Lula reitera que não irá pedir progressão penal

Apesar das opiniões favoráveis dos familiares e da namorada, o ex-presidente Lula foi enfático ao defender sua opinião sobre ir para o regime semiaberto. "Não vou pedir progressão. Quero sair daqui inocente, 100%, como entrei. Estou aqui por responsabilidade deles", disse Lula na entrevista ao GGN

(Foto: STF | Felipe L. Gonçalves/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Na entrevista que concedeu ao Jornal GGN, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi enfático ao defender sua opinião de que não irá pedir progressão do seu regime para o semiaberto. 

Apesar das opiniões favoráveis dos familiares e da namorada, a socióloga Rosângela Silva, para que Lula deixe a masmorra política de Curitiba, onde é mantido preso há um ano e meio, Lula diz que só sai com sua inocência plenamente reconhecida pelo poder Judiciário. 

"Não vou pedir progressão. Estou ciente do papel que estou cumprindo e da canalhice que fizeram comigo. Quero sair daqui inocente, 100%, como entrei. Estou aqui por responsabilidade deles", disse Lula na entrevista ao GGN, concedida aos economistas Luiz Gonzaga Belluzzo e Eduardo Moreira.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247