Ministro da Justiça manda PF investigar mortes de sem-terra

O ministro da Justiça Eugênio Aragão determinou nesta sexta (8) a abertura de inquérito na Polícia Federal (PF) para investigar os fatos ocorridos no município de Quedas do Iguaçu, no sudoeste do Paraná; dois integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) morreram durante operação da Polícia Militar

O ministro da Justiça Eugênio Aragão determinou nesta sexta (8) a abertura de inquérito na Polícia Federal (PF) para investigar os fatos ocorridos no município de Quedas do Iguaçu, no sudoeste do Paraná; dois integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) morreram durante operação da Polícia Militar
O ministro da Justiça Eugênio Aragão determinou nesta sexta (8) a abertura de inquérito na Polícia Federal (PF) para investigar os fatos ocorridos no município de Quedas do Iguaçu, no sudoeste do Paraná; dois integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) morreram durante operação da Polícia Militar (Foto: Valter Lima)

247 - O ministro da Justiça Eugênio Aragão determinou nesta sexta-feira (8) a abertura de inquérito na Polícia Federal (PF) para investigar os fatos ocorridos no município de Quedas do Iguaçu, no sudoeste do Paraná. Dois integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) morreram durante operação da Polícia Militar.

O MST afirma que as duas vítimas mortas na quinta-feira (7) foram atingidas "pelas costas". O movimento afirma ainda que os sem-terra foram vítimas de uma emboscada feita por policiais militares e por seguranças contratados pela Araupel, empresa de reflorestamento que teve a propriedade invadida em 2014.

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp) diz que policiais atiraram para se defender.

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247