Moro depena Lula e sequestra todos seus planos de Previdência

Nova decisão do juiz federal Sérgio Moro sequestrou nesta quinta-feira, 20, R$ 9 milhões em planos de previdência privada do ex-presidente Lula; a BrasilPrev informou que bloqueou o saldo de duas aplicações em previdência privada; uma delas está em nome da empresa de palestras de Lula, a LILS, com saldo de R$ 7,19 milhões; outra, individual, tem saldo de R$ 1,8 milhão; a decisão ocorre um dia depois que R$ 606 mil em contas bancárias de Lula, além de quatro imóveis e dois carros, haviam sido bloqueados pela Justiça por determinação do juiz Sérgio Moro

Nova decisão do juiz federal Sérgio Moro sequestrou nesta quinta-feira, 20, R$ 9 milhões em planos de previdência privada do ex-presidente Lula; a BrasilPrev informou que bloqueou o saldo de duas aplicações em previdência privada; uma delas está em nome da empresa de palestras de Lula, a LILS, com saldo de R$ 7,19 milhões; outra, individual, tem saldo de R$ 1,8 milhão; a decisão ocorre um dia depois que R$ 606 mil em contas bancárias de Lula, além de quatro imóveis e dois carros, haviam sido bloqueados pela Justiça por determinação do juiz Sérgio Moro
Nova decisão do juiz federal Sérgio Moro sequestrou nesta quinta-feira, 20, R$ 9 milhões em planos de previdência privada do ex-presidente Lula; a BrasilPrev informou que bloqueou o saldo de duas aplicações em previdência privada; uma delas está em nome da empresa de palestras de Lula, a LILS, com saldo de R$ 7,19 milhões; outra, individual, tem saldo de R$ 1,8 milhão; a decisão ocorre um dia depois que R$ 606 mil em contas bancárias de Lula, além de quatro imóveis e dois carros, haviam sido bloqueados pela Justiça por determinação do juiz Sérgio Moro (Foto: Aquiles Lins)

247 - Nova decisão do juiz federal Sérgio Moro sequestrou nesta quinta-feira, 20, R$ 9 milhões em planos de previdência privada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Segundo informação divulgada pela Folha, a BrasilPrev informou que bloqueou o saldo de duas aplicações em previdência privada. Uma delas está em nome da empresa de palestras de Lula, a LILS, com saldo de R$ 7,19 milhões; outra, individual, tem saldo de R$ 1,8 milhão.

Decisão ocorre um dia depois que R$ 606 mil em contas bancárias de Lula, além de quatro imóveis e dois carros, haviam sido bloqueados pela Justiça por determinação do juiz Sérgio Moro. 

O magistrado atendeu pedido do Ministério Público Federal para recuperação do produto do suposto crime de corrupção no caso do tríplex do Guarujá (SP). 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247