Moro derruba sigilo de delações da Odebrecht

Juiz federal Sérgio Moro levantou o sigilo das delações premiadas de executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht no âmbito dos processos da Operação Lava Jato que tramitam em Curitiba; segundo Moro, "não deve o Judiciário ser o guardião de segredos sombrios. Além disso, a publicidade previne vazamentos ilegítimos, lamentáveis e de difícil controle"; decisão vem na esteira da decisão do STF em liberar nesta quarta-feira os vídeos com as gravações dos depoimentos dos delatores da empreiteira

Juiz federal Sérgio Moro levantou o sigilo das delações premiadas de executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht no âmbito dos processos da Operação Lava Jato que tramitam em Curitiba; segundo Moro, "não deve o Judiciário ser o guardião de segredos sombrios. Além disso, a publicidade previne vazamentos ilegítimos, lamentáveis e de difícil controle"; decisão vem na esteira da decisão do STF em liberar nesta quarta-feira os vídeos com as gravações dos depoimentos dos delatores da empreiteira
Juiz federal Sérgio Moro levantou o sigilo das delações premiadas de executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht no âmbito dos processos da Operação Lava Jato que tramitam em Curitiba; segundo Moro, "não deve o Judiciário ser o guardião de segredos sombrios. Além disso, a publicidade previne vazamentos ilegítimos, lamentáveis e de difícil controle"; decisão vem na esteira da decisão do STF em liberar nesta quarta-feira os vídeos com as gravações dos depoimentos dos delatores da empreiteira (Foto: Paulo Emílio)

Paraná 247 - O juiz federal Sérgio Moro levantou o sigilo das delações premiadas de executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht no âmbito dos processos da Operação Lava Jato que tramitam em Curitiba. Segundo Moro, "não deve o Judiciário ser o guardião de segredos sombrios. Além disso, a publicidade previne vazamentos ilegítimos, lamentáveis e de difícil controle", justificou o magistrado.

Com a decisão, serão tornados públicos os depoimentos prestados à Justiça pelo ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht, além dos ex-executivos Rogério Araújo, Luiz Rocha Soares, Hilberto Mascarenhas, Fernando Migliaccio, e Pedro Novis, entre outros.

O conteúdo das transcrições dos depoimentos, bem como os vídeos das oitivas, deverão ser tornados públicos ainda nesta quarta-feira (12).

 

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247