Moro e Dallagnol defendem pressão da sociedade para apoiar a Lava Jato

Dois dos principais nomes da Lava Jato, o juiz federal Sérgio Moro e o procurador da República Deltan Dallagnol consideram que sucesso da operação dependerá de como será a reação da sociedade daqui para frente; Dallagnol entende que a “virtude” das duas operações “foi um amplo diagnóstico da podridão do sistema político”; “Contudo, a virtude da Lava Jato é também sua maldição, pois o sistema político concentra o maior poder da República, no Congresso, e sua reação pode enterrar as investigações, como na Itália"

Moro dallagnol
Moro dallagnol (Foto: Giuliana Miranda)

Paraná 247 - A caminho do quinto ano de Lava Jato, não se pode afirmar que o quadro de impunidade nos crimes de corrupção no Brasil permanece inalterado. É o que acreditam duas figuras emblemáticas das investigações que abalaram o mundo político brasileiro, o juiz federal Sérgio Moro e o procurador da República Deltan Dallagnol.

Para eles, o sucesso da operação dependerá de como será a reação da sociedade daqui para frente. Moro e Dallagnol estarão no Fórum Estadão Mãos Limpas e Lava Jato para falar sobre as investigações de combate à corrupção, da Itália e do Brasil, junto com os magistrados Piercamillo Davigo e Gherardo Colombo, que trabalharam na força-tarefa de procuradores de Milão criada 25 anos atrás.

“Apesar da permanente sombra do retrocesso, não se pode afirmar que não houve mudanças no quadro de impunidade para esses crimes”, diz Moro, ao pôr Lava Jato e mensalão como partes de um ciclo de combate à impunidade de “poderosos”.

Coordenador da força-tarefa em Curitiba, que iniciou a Lava Jato em 2014, Dallagnol entende que a “virtude” das duas operações “foi um amplo diagnóstico da podridão do sistema político”. “Contudo, a virtude da Lava Jato é também sua maldição, pois o sistema político concentra o maior poder da República, no Congresso, e sua reação pode enterrar as investigações, como na Itália.”

As informações são de reportagem de Ricardo Brandt e Fausto Macedo no Estado de S.Paulo

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247