Moro pode vir a ter que julgar Aécio e Temer

Blogueiro e advogado Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania, afirmou nesta quarta-feira, 23, que o juiz federal Sérgio Moro pode vir a julgar ação penal contra Michel Temer, depois que ele perder deixar a presidência e perder o foro privilegiado; não só o de Temer, mas o do senador afastado Aécio Neves (PSDB), sobre quem Moro disse não haver investigação, ao comentar a foto em que aparece conversando com o senador tucano; "Moro, muito provavelmente, pode acabar recebendo não só o caso de Aécio, mas, também, o de Michel Temer, caso os dois sejam cassados – o que, convenhamos, parece provável que venha a ocorrer", diz Guimarães

Bras�lia - O presidente Michel Temer participa da cerim�nia comemorativa ao Dia do Ex�rcito, no Quartel-General do Ex�rcito
Bras�lia - O presidente Michel Temer participa da cerim�nia comemorativa ao Dia do Ex�rcito, no Quartel-General do Ex�rcito (Foto: Aquiles Lins)

247 - O blogueiro e advogado Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania, afirmou nesta quarta-feira, 23, que o juiz federal Sérgio Moro pode vir a julgar ação penal contra Michel Temer, depois que ele perder deixar a presidência e perder o foro privilegiado. 

Não só o de Temer, mas o do senador afastado Aécio Neves (PSDB), sobre quem Moro disse não haver investigação, ao comentar a foto em que aparece conversando com o senador tucano. 

"Moro, muito provavelmente, pode acabar recebendo não só o caso de Aécio, mas, também, o de Michel Temer, caso os dois sejam cassados – o que, convenhamos, parece provável que venha a ocorrer", diz Guimarães. 

"A possibilidade de Aécio perder o mandato é maior, já que esse mandato já foi até suspenso pelo STF. Claro que ainda existe possibilidade de o Senado resistir a tirar o mandato do tucano, mas a pressão da opinião pública acabará falando mais alto", acredita. 

Para Eduardo Guimarães, se Moro não se declarar impedido, instâncias superiores deverão fazê-lo. "Como se vê, a verdade vai aparecendo, as coisas vão ficando mais claras e a Justiça triunfará no final. Mas só se cada um de nós não desistir, não esmorecer e não se acovardar. Como tenho dito, temos que estar à altura deste momento ímpar de nossa história", afirmou. 

Leia o texto na íntegra no Blog da Cidadania

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247