Moro prende irmão de Dirceu

Por determinação do juiz federal Sérgio Moro, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, irmão do ex-ministro José Dirceu, foi preso na manhã desta sexta-feira (9), em Ribeirão Preto (SP); Luiz Eduardo foi condenado em segunda instância em setembro do ano passado a 10 anos de prisão em regime inicial fechado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; mandado de prisão foi cumprido por volta de 6h; ele ficará no Centro de Detenção Provisória de Ribeirão

Por determinação do juiz federal Sérgio Moro, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, irmão do ex-ministro José Dirceu, foi preso na manhã desta sexta-feira (9), em Ribeirão Preto (SP); Luiz Eduardo foi condenado em segunda instância em setembro do ano passado a 10 anos de prisão em regime inicial fechado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; mandado de prisão foi cumprido por volta de 6h; ele ficará no Centro de Detenção Provisória de Ribeirão
Por determinação do juiz federal Sérgio Moro, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, irmão do ex-ministro José Dirceu, foi preso na manhã desta sexta-feira (9), em Ribeirão Preto (SP); Luiz Eduardo foi condenado em segunda instância em setembro do ano passado a 10 anos de prisão em regime inicial fechado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; mandado de prisão foi cumprido por volta de 6h; ele ficará no Centro de Detenção Provisória de Ribeirão (Foto: Aquiles Lins)

Paraná 247 - Por determinação do juiz federal Sérgio Moro, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, irmão do ex-ministro José Dirceu, foi preso na manhã desta sexta-feira (9) em Ribeirão Preto (SP).

Luiz Eduardo foi condenado em primeira instância em março do ano passado a 10 anos de prisão em regime inicial fechado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele teve a condenação confirmada na segunda instância em setembro.

Ele foi preso pela primeira vez em agosto de 2015, na 17ª fase da Operação Lava Jato, que investigava investiga um esquema de fraude, corrupção e lavagem de dinheiro na Petrobras - o foco eram irregularidades em contratos com empresas terceirizadas.

Segundo a Justiça Federal, as provas colhidas indicaram que Luiz Eduardo atuava como auxiliar de Dirceu na operacionalização do recebimento de propinas e lavagem de dinheiro.

Segundo informações da Polícia Federal, o mandado de prisão foi cumprido por volta de 6h. Ele ficará preso no Centro de Detenção Provisória de Ribeirão.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247