Moro recebe denúncia contra Zelada e mais cinco

Ex-diretor da área Internacional da Petrobras Jorge Luiz Zelada e mais cinco acusados passam a ser réus em ação penal consequente das investigações da Operação Lava Jato; de acordo com o juiz Sergio Moro, que coordena os processos, as investigações apontaram duas contas secretas de titularidade de Zelada, mantidas no Principado de Mônaco, "uma delas com saldo sequestrado de 10.294.460,10 euros"

Ex-diretor da área Internacional da Petrobras Jorge Luiz Zelada e mais cinco acusados passam a ser réus em ação penal consequente das investigações da Operação Lava Jato; de acordo com o juiz Sergio Moro, que coordena os processos, as investigações apontaram duas contas secretas de titularidade de Zelada, mantidas no Principado de Mônaco, "uma delas com saldo sequestrado de 10.294.460,10 euros"
Ex-diretor da área Internacional da Petrobras Jorge Luiz Zelada e mais cinco acusados passam a ser réus em ação penal consequente das investigações da Operação Lava Jato; de acordo com o juiz Sergio Moro, que coordena os processos, as investigações apontaram duas contas secretas de titularidade de Zelada, mantidas no Principado de Mônaco, "uma delas com saldo sequestrado de 10.294.460,10 euros" (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 - O juiz Sergio Moro recebeu, nesta segunda-feira (10), denúncia contra o ex-diretor da área Internacional da Petrobras Jorge Luiz Zelada e mais cinco acusados, que passam a ser réus em ação penal consequente das investigações da Operação Lava Jato.

Também viram réus o ex-diretor da estatal Eduardo Vaz da Costa Musa, os supostos lobistas Hamylton Pinheiro Padilha Junior, Raul Schmidt Felippe Junior, João Augusto Rezende Henriques, e o executivo Hsin Chi Su.

De acordo com Sergio Moro, as investigações apontaram duas contas secretas de titularidade de Zelada, mantidas no Principado de Mônaco, "uma delas com saldo sequestrado de 10.294.460,10 euros".

O magistrado também informou que há provas de "materialidade e autoria dos crimes", não sendo a denúncia embasada apenas nas delações. Uma delas é a documentação das transações consideradas ilícitas e transferências bancárias do pagamento de propina. As defesas terão 10 dias para responder às acusações.

O advogado Renato de Moraes, que representa Zelada, afirmou, segundo o G1, que ainda não teve acesso à decisão, mas que seu cliente irá mostrar a "inconsistência das acusações". Quando o Ministério Público Federal (MPF) apresentou a denúncia contra Zelada à Justiça, o advogado disse que o ex-diretor da Petrobras não recebeu qualquer vantagem ilícita pelo contrato.

Veja por quais crimes cada um foi denunciado:

Jorge Luiz Zelada - corrupção passiva, lavagem de dinheiro, evasão de divisas

Hamylton Pinheiro Padilha - corrupção ativa, lavagem de dinheiro

- João Augusto Rezende Henriques - corrupção passiva, lavagem de dinheiro

Raul Schmidt Felippe Junior - corrupção passiva, lavagem de dinheiro

Hsin Chi Su (Nobu Su) - corrupção ativa, lavagem de dinheiro

Eduardo Vaz da Costa Musa - corrupção passiva

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email