Mostra com charges criticando Bolsonaro reabre e pode ser replicada na França

Com a repercussão nacional e até internacional, o grupo Grafar (Grafistas Associados do Rio Grande do Sul) foi convidado a apresentar os trabalhos no país europeu

(Foto: Mariana Carlesso/JC)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Vitor Laitano, do Jornal do Comércio - Aberta em 2 de setembro e fechada menos de 24 horas depois, a exposição Independência em Risco retornou nesta segunda-feira (16) à Câmara de Porto Alegre. A visitação registrou grande fluxo de visitantes.

Tema de polêmica por incluir imagens que traziam críticas ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), a mostra foi fechada por decisão da presidente da Câmara, vereadora Monica Leal (PP), a pedido do vereador Valter Nagelstein (MDB), mas voltou à Casa após liminar judicial emitida na semana passada ordenar a "reabertura imediata".

Para o fundador da escola Universo Expandido e cartunista Cristiano Ribeiro, e um dos artistas participantes, a decisão de encerrar o evento ajudou a chamar ainda mais a atenção para a mostra. 

"A exposição era na Câmara de Vereadores e provavelmente teria poucos visitantes. Agora estamos na França", comemora o artista. Com a repercussão nacional e até internacional, o grupo Grafar (Grafistas Associados do Rio Grande do Sul) foi convidado a apresentar os trabalhos no país europeu, com reproduções das mesmas imagens exibidas na Capital gaúcha.

Leia aqui a íntegra da reportagem.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email