Paulo Paim: “Brasil vai ter que enfrentar o debate sobre abordagem policial”

Senador Paulo Paim (PT-RS) repudiou o assassinato de João Alberto Freitas, homem negro espancado em Porto Alegre. "O Brasil vai ter que enfrentar o debate da questão da abordagem das forças de segurança", disse

Senador Paulo Paim (PT-RS)
Senador Paulo Paim (PT-RS) (Foto: Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O senador Paulo Paim (PT-RS) criticou o assassinato de um homem negro por seguranças brancos em uma unidade do Carrefour de Porto Alegre. "O Carrefour já tá demais, é o terceiro ou quarto caso. As coisas acontecem e eles não tomam providência. É gravíssimo", disse. "Em qualquer sistema de segurança no mundo, você não sai matando as pessoas por suspeitas disso ou aquilo. O Brasil vai ter que enfrentar o debate da questão da abordagem das forças de segurança", acrescentou. 

De acordo com o parlamentar, "o povo tem que entender que a saída é pela política". "A educação passa por onde? Pela política. A saúde? Pela política. Percebemos nesse processo eleitoral que começou a ter uma mudança. Isso é muito bom, é a pessoa abrindo a cabeça, vendo que são seres humanos que estão ali. Por isso eu acho que a saída é na política. A política atual foi derrotada nessas eleições", afirmou.

Leia a íntegra na Revista Forum

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247