PF foi surpreendida com decisão rápida de Moro

Pela manhã, um delegado da Polícia Federal do Paraná que está envolvido no cumprimento da prisão de Lula disse à Coluna da jornalista Andreza Matais, do Estado de S.Paulo, que a chance de Lula ser preso hoje era nula; procurado após a decisão de Moro pela prisão, o delegado afirmou que "as coisas mudaram rapidamente"

Brasília - Agentes da Polícia Federal descarregam objetos e documentos apreendidos durante a Operação Greenfield. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília - Agentes da Polícia Federal descarregam objetos e documentos apreendidos durante a Operação Greenfield. (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Gisele Federicce)

247 - Segundo a jornalista Andreza Matais, do Estado de S.Paulo, a Polícia Federal do Paraná foi surpreendida com a decisão rápida do juiz Sergio Moro, que determinou a prisão do ex-presidente Lula mesmo antes da conclusão dos recursos no processo do triplex do Guarujá. A informação prévia que receberam era a de que a decisão só seria tomada na semana que vem, após a análise do embargo do embargo pelo TRF4.

Pela manhã, um delegado da PF que está envolvido no cumprimento da prisão de Lula disse à Coluna que a chance de Lula ser preso hoje era nula. Procurado após a decisão de Moro, o delegado afirmou que "as coisas mudaram rapidamente".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247