PF indicia Vaccari, Duque e Barusco por propina paga pela Carioca

O ex-tesoureiro do PT e os ex-diretores da Petrobras são acusados de receber propina da Carioca Engenharia na construção da fábrica de fertilizantes da Petrobras em Uberaba, no Triângulo Mineiro (MG); um dos dirigentes da Carioca, Ricardo Pernambuco Junior, afirmou que em 2011 Vaccari pediu R$ 1 milhão em dinheiro para incluir a empresa na lista de empreiteiras convidadas para fazer obras para a Petrobras

vaccari neto
vaccari neto (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Federal indiciou o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, o ex-diretor da Petrobras Renato Duque e o ex-gerente da estatal Pedro Barusco.

Eles são acusados de receber propina da Carioca Engenharia na construção da fábrica de fertilizantes da Petrobras em Uberaba, no Triângulo Mineiro (MG).

Em acordo de delaçaõ, um dos dirigentes da Carioca, Ricardo Pernambuco Junior, afirmou que em 2011 Vaccari pediu R$ 1 milhão em dinheiro para incluir a empresa na lista de empreiteiras convidadas para fazer obras para a Petrobras.

Vaccari e Duque já foram condenados em três ações penais no âmbito da Lava Jato. O ex-tesoureiro do PT ainda responde a outras quatro ações em andamento na Justiça Federal do Paraná e Duque responde a cinco.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247