Pimenta: governo é fascista, corrupto, refém do mercado e vassalo dos EUA

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (RS), bateu duro em Jair Bolsonaro nesta terça-feira (13), dia em que ocorrem várias manifestações contra o bloqueio de verba na Educação. "Na luta contra o desmonte do Brasil por um governo fascista, corrupto, refém do mercado financeiro e vassalo dos Estados Unidos", disse

(Foto: Michel Jesus - Câmara)

247 - O líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (RS), bateu duro em Jair Bolsonaro nesta terça-feira (13), dia em que ocorrem várias manifestações contra o bloqueio de verba na Educação.

"Na luta contra o desmonte do Brasil por um governo fascista, corrupto, refém do mercado financeiro e vassalo dos Estados Unidos", escreveu o parlamentar no Twitter.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou no semestre passado o bloqueio de verbas e justificou que algumas universidades públicas como lugar de "balbúrdia". A medida abre caminho para a privatização das instituições de ensino superior.

O chefe do MEC trabalhou 18 de seus 47 anos no Banco Votorantim. Depois foi para a Quest Corretora.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247