PM cadastra ‘vizinhos’ da Justiça Federal antes do depoimento de Lula

A Polícia Militar do Paraná iniciou o cadastramento de pessoas que moram e trabalham no bairro do Ahú, em Curitiba, onde fica o prédio da Justiça Federal do Paraná; na próxima quarta-feira 10, o ex-presidente Lula prestará depoimento no local ao juiz Sergio Moro; os PMs têm entrevistado moradores e comerciantes da região e pedindo dados das pessoas que pretendem acessar a área no dia da audiência; haverá um bloqueio num raio de 150m do prédio a partir desta terça à noite

A Polícia Militar do Paraná iniciou o cadastramento de pessoas que moram e trabalham no bairro do Ahú, em Curitiba, onde fica o prédio da Justiça Federal do Paraná; na próxima quarta-feira 10, o ex-presidente Lula prestará depoimento no local ao juiz Sergio Moro; os PMs têm entrevistado moradores e comerciantes da região e pedindo dados das pessoas que pretendem acessar a área no dia da audiência; haverá um bloqueio num raio de 150m do prédio a partir desta terça à noite
A Polícia Militar do Paraná iniciou o cadastramento de pessoas que moram e trabalham no bairro do Ahú, em Curitiba, onde fica o prédio da Justiça Federal do Paraná; na próxima quarta-feira 10, o ex-presidente Lula prestará depoimento no local ao juiz Sergio Moro; os PMs têm entrevistado moradores e comerciantes da região e pedindo dados das pessoas que pretendem acessar a área no dia da audiência; haverá um bloqueio num raio de 150m do prédio a partir desta terça à noite (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 - A Polícia Militar do Paraná vai bloquear num raio de 150 metros o entorno do prédio da Justiça Federal do Estado, no bairro do Ahú, em Curitiba, a partir desta terça-feira 9 à noite.

Isso porque o ex-presidente Lula prestará depoimento ao juiz Sergio Moro no local, na próxima quarta-feira 10, em processo em que é réu por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá.

A PM iniciou portanto um cadastramento de pessoas que moram e trabalham na região. Os agentes têm entrevistado moradores e comerciantes e pedido dados das pessoas, como número de documentos e informações de veículos, que pretendem acessar a área no dia da audiência.

No dia do evento, a PM fará dois perímetros para controlar o acesso à área. No primeiro, mais próximo à Justiça Federal, acessarão apenas os moradores com seus veículos desde que cadastrados previamente e que não deixem os carros na rua.

O segundo perímetro permitirá a entrada de moradores (com seus veículos, desde que possuam garagem e não os deixem na rua) e outras pessoas a pé e veículos autorizados/credenciados.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247