Por 2016, Fruet cogita romper aliança com PT

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), já faz movimentos políticos objetivos para romper uma aliança de quase três anos com o Partido dos Trabalhadores (PT); uma fonte afirmou que vários emissários do pedetista foram ao PMDB do senador Roberto Requião para oferecer-lhe a vice que atualmente pertence à petista Mirian Gonçalves

dep. Gustavo Fruit

fotos de Luiz xavier
dep. Gustavo Fruit fotos de Luiz xavier (Foto: Leonardo Lucena)

Blog do Esmael - O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), já faz movimentos políticos objetivos para romper um casamento de quase três anos com o Partido dos Trabalhadores (PT).

Uma fonte do Blog do Esmael afirmou que vários emissários do pedetista foram ao PMDB do senador Roberto Requião para oferecer-lhe a vice que hoje pertence à petista Mirian Gonçalves.

A relação entre Fruet e PT está bastante esgarçada e o instinto de sobrevivência, segundo um correligionário do prefeito, o afasta cada vez mais do "aliado incômodo" sob intenso fogo da velha mídia e da operação Lava Jato.

Por outro lado, o senador peemedebista resiste às piscadelas de Gustavo Fruet porque estuda lançar o herdeiro Requião Filho — deputado pelo PMDB — num cenário em que o atual gestor municipal patina nas pesquisas de opinião.

Ao PT, ao que tudo indica, restará a tarefa de lançar candidatura própria à Prefeitura ou, como também se cogita, aliar-se ao PMDB de Requião.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247