Por segurança, Moro adia depoimento de Lula

Juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, decidiu alterar a data para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva preste seu depoimento, que estava previsto para acontecer no próximo dia 3; alteração da data teria sido solicitada pela Polícia Federal que alegou necessitar de mais tempo para preparar a segurança do local; com a mudança, Lula deverá depor no dia 10; ex-presidente será ouvido no processo que trata da posse de um apartamento triplex no Guarujá, litoral de São Paulo, em que é acusado de ter recebido vantagens indevidas por parte da construtora OAS; a defesa do ex-presidente nega as acusações

Juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, decidiu alterar a data para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva preste seu depoimento, que estava previsto para acontecer no próximo dia 3; alteração da data teria sido solicitada pela Polícia Federal que alegou necessitar de mais tempo para preparar a segurança do local; com a mudança, Lula deverá depor no dia 10; ex-presidente será ouvido no processo que trata da posse de um apartamento triplex no Guarujá, litoral de São Paulo, em que é acusado de ter recebido vantagens indevidas por parte da construtora OAS; a defesa do ex-presidente nega as acusações
Juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, decidiu alterar a data para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva preste seu depoimento, que estava previsto para acontecer no próximo dia 3; alteração da data teria sido solicitada pela Polícia Federal que alegou necessitar de mais tempo para preparar a segurança do local; com a mudança, Lula deverá depor no dia 10; ex-presidente será ouvido no processo que trata da posse de um apartamento triplex no Guarujá, litoral de São Paulo, em que é acusado de ter recebido vantagens indevidas por parte da construtora OAS; a defesa do ex-presidente nega as acusações (Foto: Felipe L. Goncalves)

247 - O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, decidiu alterar a data para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva preste seu depoimento, que estava previsto inicialmente para acontecer no próximo dia 3 de maio. A alteração da data teria sido solicitada pela Polícia Federal, que teria alegado necessitar de mais tempo para preparar a segurança do local. Com a alteração, Lula deverá depor no dia 10.

A mobilização popular em apoio a Lula, organizada pelos movimentos sociais e pelo PT, contava até mesmo com caravanas de vários pontos do País, o que fez com que Polícia Federal pedisse mais tempo para preparar o aparato de segurança.

Lula será ouvido no processo que trata da posse de um apartamento triplex no Guarujá, litoral de São Paulo, onde o ex-presidente é acusado de ter recebido vantagens indevidas por parte da construtora OAS.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247