PPS diz que pedirá demissão de Manoel Dias

Líder do partido na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR) afirma que entrará com representação na Comissão de Ética do Palácio do Planalto exigindo o afastamento imediato do ministro do Trabalho; Polícia Federal em Santa Catarina pediu no STF abertura de investigação sobre o ministro depois de ter encontrado indícios de que ele participa de um suposto esquema para empregar militantes do PDT como funcionários fantasmas; "O Palácio do Planalto precisa demiti-lo o mais rápido possível", disse Bueno

Líder do partido na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR) afirma que entrará com representação na Comissão de Ética do Palácio do Planalto exigindo o afastamento imediato do ministro do Trabalho; Polícia Federal em Santa Catarina pediu no STF abertura de investigação sobre o ministro depois de ter encontrado indícios de que ele participa de um suposto esquema para empregar militantes do PDT como funcionários fantasmas; "O Palácio do Planalto precisa demiti-lo o mais rápido possível", disse Bueno
Líder do partido na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR) afirma que entrará com representação na Comissão de Ética do Palácio do Planalto exigindo o afastamento imediato do ministro do Trabalho; Polícia Federal em Santa Catarina pediu no STF abertura de investigação sobre o ministro depois de ter encontrado indícios de que ele participa de um suposto esquema para empregar militantes do PDT como funcionários fantasmas; "O Palácio do Planalto precisa demiti-lo o mais rápido possível", disse Bueno (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 – O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), afirmou nesta segunda-feira 3 que irá ingressar na Comissão de Ética do Palácio do Planalto com um pedido de afastamento imediato do ministro do Trabalho, Manoel Dias (PDT). Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, a Polícia Federal em Santa Catarina pediu abertura de investigação sobre o ministro, que deverá ser julgado pelo STF, por ter foro especial.

O pedido foi feito depois que a PF identificou indícios de que o ministro participe de um suposto esquema que contratou militantes do PDT como funcionários fantasmas de uma organização que mantinha contrato com a pasta. Em janeiro, Manoel Dias também foi acusado pela empresária Ana Cristina Aquino de participar de um esquema de pagamento de propina para a criação de sindicatos.

Para Rubens Bueno, as denúncias contra o ministro e o fato de a Polícia Federal solicitar judicialmente uma investigação contra o ministro são suficientes para a sua demissão. O deputado acusou a presidente Dilma Rousseff de "frouxidão" por manter Dias no cargo. "O Palácio do Planalto precisa demiti-lo o mais rápido possível. Acredito que a justiça dará a resposta necessária para o caso, mas isso pode demorar. A manutenção de Manoel Dias no cargo representa um grande desrespeito com o trabalhador e com toda a sociedade brasileira", disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email