Requião: ‘não é Lula que será julgado e sim o Estado Social’

Um dos maiores críticos do governo golpista de Michel Temer e da seletividade da Operação Lava Jato nas condenações de políticos, o senador Roberto Requião (MDB-PR) voltou a comentar sobre o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ocorre no próximo dia 24, em Porto Alegre; "Não é o julgamento de Lula, está sendo julgado o Estado Social, o Brasil Fraterno e Soberano"

Um dos maiores críticos do governo golpista de Michel Temer e da seletividade da Operação Lava Jato nas condenações de políticos, o senador Roberto Requião (MDB-PR) voltou a comentar sobre o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ocorre no próximo dia 24, em Porto Alegre; "Não é o julgamento de Lula, está sendo julgado o Estado Social, o Brasil Fraterno e Soberano"
Um dos maiores críticos do governo golpista de Michel Temer e da seletividade da Operação Lava Jato nas condenações de políticos, o senador Roberto Requião (MDB-PR) voltou a comentar sobre o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ocorre no próximo dia 24, em Porto Alegre; "Não é o julgamento de Lula, está sendo julgado o Estado Social, o Brasil Fraterno e Soberano" (Foto: Leonardo Lucena)

Paraná 247 - Um dos maiores críticos do governo golpista de Michel Temer e da seletividade da Operação Lava Jato nas condenações de políticos, o senador Roberto Requião (MDB-PR) voltou a comentar sobre o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ocorre no próximo dia 24, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre, no processo envolvendo o tripléx do Guarujá.

 

"Não é o julgamento de Lula, está sendo julgado o Estado Social, o Brasil Fraterno e Soberano, e será o início das condenações sem provas,através do suposto convencimento de juizes? Espero que não!", disse Requião no Twitter.

O termo de penhora do famoso "triplex do Guarujá" foi publicado e provou a inocência de Lula. De acordo com a decisão da juíza Luciana Oliveira, o imóvel, que nunca foi de Lula e pertencia à OAS, passa a ser agora da empresa Macife, credora da empreiteira que faliu em razão da Lava Jato (leia mais aqui).

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247