Requião quer referendo para revogar leis aprovadas sem autorização da população

Senador Roberto Requião (PMDB-PR) defendeu hoje (29), durante participação no 19º Congresso Nacional dos Bancários, a realização de um referendo popular para revogar todas as leis aprovadas no governo de Michel Temer (PMDB) à revelia dos interesses e vontade da população; "Temos que liquidar todas essas leis que sem a autorização da população brasileira foram votadas por um congresso que não tem legitimidade para implantar um sistema que está moribundo na Europa e que hoje pede asilo para vir morrer no Brasil", disse Requião

Senador Roberto Requião (PMDB-PR) defendeu hoje (29), durante participação no 19º Congresso Nacional dos Bancários, a realização de um referendo popular para revogar todas as leis aprovadas no governo de Michel Temer (PMDB) à revelia dos interesses e vontade da população; "Temos que liquidar todas essas leis que sem a autorização da população brasileira foram votadas por um congresso que não tem legitimidade para implantar um sistema que está moribundo na Europa e que hoje pede asilo para vir morrer no Brasil", disse Requião
Senador Roberto Requião (PMDB-PR) defendeu hoje (29), durante participação no 19º Congresso Nacional dos Bancários, a realização de um referendo popular para revogar todas as leis aprovadas no governo de Michel Temer (PMDB) à revelia dos interesses e vontade da população; "Temos que liquidar todas essas leis que sem a autorização da população brasileira foram votadas por um congresso que não tem legitimidade para implantar um sistema que está moribundo na Europa e que hoje pede asilo para vir morrer no Brasil", disse Requião (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Cida de Oliveira, RBA O senador Roberto Requião (PMDB-PR) defendeu hoje (29), durante participação no 19º Congresso Nacional dos Bancários, a realização de um referendo popular para revogar todas as leis aprovadas no governo de Michel Temer (PMDB) à revelia dos interesses e vontade da população.

"Temos que liquidar todas essas leis que sem a autorização da população brasileira foram votadas por um congresso que não tem legitimidade para implantar um sistema que está moribundo na Europa e que hoje pede asilo para vir morrer no Brasil", disse Requião.

O senador destacou que 95% da população é contra a reforma trabalhista, da Previdência e toda a política neoliberal que está sendo praticada no país. "Os 5% que ficaram do outro lado não são invencíveis", disse.

Realizada na capital paulista desde sexta-feira (28), a 19ª Conferência Nacional dos Bancários termina amanhã (30). Estão sendo debatidas ações para a difícil conjuntura nacional.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247