Requião: STF agiu de forma inaceitável com Lula

"Não havia razão para não nomear nem um nem outro. Mas o tratamento diferenciado em relação a Lula é tristemente inaceitável. JUSTIÇA?", questiona o senador Roberto Requião (PMDB-PR) em seu Twitter, sobre a decisão do ministro Celso de Mello que manteve Moreira Franco no cargo de ministro

"Não havia razão para não nomear nem um nem outro. Mas o tratamento diferenciado em relação a Lula é tristemente inaceitável. JUSTIÇA?", questiona o senador Roberto Requião (PMDB-PR) em seu Twitter, sobre a decisão do ministro Celso de Mello que manteve Moreira Franco no cargo de ministro
"Não havia razão para não nomear nem um nem outro. Mas o tratamento diferenciado em relação a Lula é tristemente inaceitável. JUSTIÇA?", questiona o senador Roberto Requião (PMDB-PR) em seu Twitter, sobre a decisão do ministro Celso de Mello que manteve Moreira Franco no cargo de ministro (Foto: Ana Pupulin)

Paraná 247 - O senador Roberto Requião (PMDB-PR) critica o tratamento diferenciado dado pelo Supremo Tribunal Federal em relação ao ex-presidente Lula, depois que Moreira Franco foi mantido no cargo de ministro por uma decisão do ministro Celso de Mello.

"Não havia razão para não nomear nem um nem outro. Mas o tratamento diferenciado em relação a Lula é tristemente inaceitável. JUSTIÇA?", questiona o senador em seu Twitter.

Em abril do ano passado, a nomeação de Lula para a Casa Civil no governo Dilma Rousseff foi suspensa pelo ministro Gilmar Mendes, do mesmo STF. Moreira Franco é delatado na Lava Jato sob a acusação de ter se beneficiado com propina nas concessões dos aeroportos.

O senador também criou uma enquete em seu perfil na rede social sobre o caso: "Você não acha que variação de critérios de julgamento em razão da pessoa leva a insegurança?", diz a pergunta.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247