Richa fecha turmas na volta das férias nas escolas do Paraná

O governador do Paraná Beto Richa (PSDB) resolveu aproveitar a desmobilização da comunidade durante as férias para fechar turmas nas escolas da rede pública estadual; no começo deste ano letivo de 2017, foi denunciado pelo Blog do Esmael que o objetivo do tucano era fechar turmas e, consequentemente, reduzir o número de escolas da rede pública de ensino a partir do segundo semestre deste ano; 

POSSE TRIBUNAL DE CONTAS DO PARANA , O GEVERNADOR BETO RICHA DURANTE COLETIVA A IMPRENSA.
POSSE TRIBUNAL DE CONTAS DO PARANA , O GEVERNADOR BETO RICHA DURANTE COLETIVA A IMPRENSA. (Foto: Leonardo Lucena)

Blog do Esmael - O governador do Paraná Beto Richa (PSDB) resolveu aproveitar a desmobilização da comunidade durante as férias para fechar turmas nas escolas da rede pública estadual.

No começo deste ano letivo de 2017, o Blog do Esmael denunciou que o objetivo do tucano era fechar turmas e, consequentemente, reduzir o número de escolas da rede pública de ensino a partir do segundo semestre deste ano. Bingo!

Segundo o portal G1/Globo, Richa alega que os núcleos regionais de educação vão fechar 'somente' as turmas que têm baixo número de alunos.

O Blog do Esmael soube de fontes governamentais que Richa pretende fechar 200 escolas no ano letivo do ano que vem (2018). Atualmente, a rede estadual possui 2,1 mil escolas em todo o Paraná.

Na capital, estão na linha de tiro do tucanato os seguintes estabelecimentos tradicionais de ensino: Victor Ferreira do Amaral, Rio Branco, Professor Cleto, Tiradentes, Pio Lanteri, Dom Orione, D. Pedro II, dentre outros.

O fechamento de turmas e de escolas, no Paraná, teve muitas idas e vindas nos últimos dois anos, com avanços e recuos por parte de Richa, culminando com a ocupação de mais de mil escolas em 2016.

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247