Richa quer fechamento de salas em escolas públicas

Professores, diretores e funcionários das instituições de ensino denunciam que a Secretaria de Estado da Educação (SEED), chefiada pelo vice-governador Flávio Arns (PSDB), está orientando pelo telefone o fechamento de turmas; O objetivo do governo seria "cortar custos" da máquina pública

Professores, diretores e funcionários das instituições de ensino denunciam que a Secretaria de Estado da Educação (SEED), chefiada pelo vice-governador Flávio Arns (PSDB), está orientando pelo telefone o fechamento de turmas; O objetivo do governo seria "cortar custos" da máquina pública
Professores, diretores e funcionários das instituições de ensino denunciam que a Secretaria de Estado da Educação (SEED), chefiada pelo vice-governador Flávio Arns (PSDB), está orientando pelo telefone o fechamento de turmas; O objetivo do governo seria "cortar custos" da máquina pública (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Blog do Esmael - O governo de Beto Richa (PSDB), no Paraná, leva ao pé da letra a Lei de Murphy, segunda qual se alguma coisa tiver de dar errada, fique tranquilo, ela dará errado. É o que acontece na Educação, especificamente, e em todas as áreas governamentais, no geral.

Veja se eu não tenho razão, caro leitor. Depois de os policiais militares serem flagrados empurrando viaturas por falta de combustível, de os cães da mesma PM passar fome por causa de racionamento de alimentos, de calotes em fornecedores e servidores públicos, agora Richa manda extinguir salas de aulas nas escolas da rede estadual.

Professores, diretores e funcionários das instituições de ensino denunciam que a Secretaria de Estado da Educação (SEED), chefiada pelo vice-governador Flávio Arns (PSDB), está orientando pelo telefone o fechamento de turmas. O objetivo seria "cortar custos" da máquina pública.

Educadores ligados à área do Núcleo Regional de Londrina (NRE), no Norte, relataram ao blog que "professores estão perdendo aulas, horários não batem direito e alunos sofrem em salas superlotadas".

Em 2011, os tucanos Arns e Richa já haviam juntado várias turmas e, consequentemente, provocaram superlotação nas salas de aula (clique aqui). Tal procedimento demonstra falta de comprometimento do gestor com a qualidade do ensino das crianças e jovens paranaenses.

Além da eliminação de professores que esse fechamento de salas promove, também há falta de funcionários nas escolas. Denúncias de leitores de que duas merendeiras são responsáveis pelo atendimento de 2 mil alunos. O assunto foi motivo de reportagem no "Bom Dia Paraná" (RPCTV).

O leitor acha que a crise para por aqui? Claro que não, infelizmente. Também de Londrina vem a informação que professores da Universidade Estadual de Londrina, a tradicional UEL, em constrangedor comunicado, suspendeu o programa de formação PDE devido calote do governo Richa.

Resumo da ópera: Richa e Arns estão conseguindo destruir a educação do Paraná.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email