Richa vai a FHC por conselhos para sair da crise

O governador Beto Richa (PSDB) visitou ontem o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em seu instituto, em São Paulo; apesar de não confessar, Richa foi pedir conselhos sobre como tirar seu governo do buraco e escapar das investigações de corrupção que chegaram à sua família e rondam seu gabinete; confira análise de Esmael Morais sobre a conversa

O governador Beto Richa (PSDB) visitou ontem o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em seu instituto, em São Paulo; apesar de não confessar, Richa foi pedir conselhos sobre como tirar seu governo do buraco e escapar das investigações de corrupção que chegaram à sua família e rondam seu gabinete; confira análise de Esmael Morais sobre a conversa
O governador Beto Richa (PSDB) visitou ontem o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em seu instituto, em São Paulo; apesar de não confessar, Richa foi pedir conselhos sobre como tirar seu governo do buraco e escapar das investigações de corrupção que chegaram à sua família e rondam seu gabinete; confira análise de Esmael Morais sobre a conversa (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Esmael Morais - O governador Beto Richa (PSDB) visitou ontem o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em seu instituto, em São Paulo, e publicou a foto acima em seu perfil no Facebook. Apesar de não confessar, Richa foi pedir conselhos sobre como tirar seu governo do buraco e escapar das investigações de corrupção que chegaram a sua família e rondam seu gabinete.

Afinal, sobre quebrar o país e sobre corrupção FHC entende bem. Seus dois mandatos na presidência da República foram marcados pela forte recessão, taxa de desemprego maior que o dobro da atual e juros estratosféricos. Isso sem falar na compra de votos de parlamentares para aprovar a sua reeleição e de mais uma série de casos de corrupção todos abafados pela mídia e pelo “Engavetador Geral da República” Geraldo Brindeiro.

Beto Richa deve sonhar com os tempos de FHC, em que torrar empresas públicas estava na moda, então sempre havia de onde tirar mais dinheiro. O tucano-mor do Paraná sequer consegue pôr as mãos em oito “bilhõezinhos” de reais, só por que uns servidores insistem em se aposentar um dia…

Fernando Henrique também teve que aturar greves e manifestações de “baderneiros”, mas para ele tudo parecia mais fácil. A coisa anda complicada no Paraná. Beto Richa anda receoso. Desistiu de ir à ExpoLondrina e nem na inauguração do Instituto Federal do Paraná (IFPR) em Jaguariaíva ele vai. Aliás, nos tempos de FHC não tinha esse negócio de IFPR. Curso técnico federal era gasto desnecessário.

Na legenda da foto com FHC há um comentário de Richa que termina com a frase: “toda crise deve ser enfrentada com coragem”. Coragem para quê? Para ir a eventos públicos ou para enfrentar as investigações sobre a rede de corrupção que se instalou em seu governo? #SQN (Sei Que Não).

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247