Romanelli: “Osmar tem até março para decidir pelo PSB”

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Luiz Claudio Romanelli, contestou a informação de que Osmar Dias, ainda no PDT, teria sido vetado pela direção nacional do PSB; de acordo com Romanelli, essa decisão não precisa ser tomada agora. "Osmar tem até março para decidir pelo PSB", disse o líder  

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Luiz Claudio Romanelli, contestou a informação de que Osmar Dias, ainda no PDT, teria sido vetado pela direção nacional do PSB; de acordo com Romanelli, essa decisão não precisa ser tomada agora. "Osmar tem até março para decidir pelo PSB", disse o líder
 
O líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Luiz Claudio Romanelli, contestou a informação de que Osmar Dias, ainda no PDT, teria sido vetado pela direção nacional do PSB; de acordo com Romanelli, essa decisão não precisa ser tomada agora. "Osmar tem até março para decidir pelo PSB", disse o líder   (Foto: Leonardo Lucena)

Blog do Esmael - O líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Luiz Claudio Romanelli, contestou nesta quinta-feira (5) a informação publicada pelo Blog do Esmael segunda qual Osmar Dias, ainda no PDT, teria sido vetado pela direção nacional do PSB.

Segundo Romanelli, essa decisão não precisa ser tomada agora. “Osmar tem até março para decidir pelo PSB”, disse o líder.

O deputado do PSB adiantou ainda que vai procurar o presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira, com o objetivo de “flexibilizar” o palanque nacional no Paraná para garantir o ingresso de Osmar Dias.

Siqueira afirmou ontem, durante filiação de Ricardo Gomyde, ex-presidente do PCdoB do Paraná, que não admitirá que candidato a governo estadual, pelo partido, suba em palanque de outras legendas.

O dirigente socialista explicou que o PSB lançará candidato próprio à Presidência da República ou apoiará a candidatura do ex-ministro Ciro Gomes (PDT). De pronto, a legenda descarta marchar junto ao PT em 2018.

De acordo com o PSB nacional, o veto a Osmar ocorre porque ele é irmão do senador presidenciável Alvaro Dias (Podemos-PR). Osmar, por sua vez, reiterou diversas vezes que não tem como fazer campanha contra Alvaro.

“É uma situação sui generis, por isso vamos discutir com o presidente nacional do PSB Carlos Siqueira. O Osmar, que é irmão do Alvaro, tem até março para decidir pelo PSB”, adiou o líder Luiz Claudio Romanelli.

Líder da “Ala do Queijo”

Os deputados estaduais conferiram um apelido a Gomyde, recém-egresso do PCdoB, de chefe da “Ala do Queijo” por defender o apoio do PSB à candidatura de Carlos Massa Junior (PSD), o Ratinho, na disputa pelo Palácio Iguaçu, em detrimento a de Osmar.

A chegada barulhenta do “comunista” ao PSB perturbou a Assembleia Legislativa do Paraná, pois muitos parlamentares entenderam o ingresso de Ricardo Gomyde como estratégia para reforçar o veto a Osmar Dias no abrigo socialista.

“O presidente Carlos Siqueira deixou claro que candidato do partido não pode subir noutro palanque. Agora, se o candidato apoiado pelo PSB for de outro partido não há problemas desde que os socialistas sigam a orientação nacional”, orientou Gomyde.

Aliás, o PCdoB apoiou Ratinho Junior nas duas últimas eleições municipais de Curitiba.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247