Três editoras procuram agente da PF que cuidou de Lula na prisão com interesse em livro

O agente da Polícia Federal Jorge Chastalo, responsável pela custódia de Lula na Superintendência da corporação em Curitiba (PR), afirmou que a ideia do livro partiu do escritor cubano Leonardo Padura, autor do best-seller "O homem que amava os cachorros", que esteve com Lula na capital paranaense

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Três editoras teriam procurado o agente da Polícia Federal Jorge Chastalo, responsável pela custódia de Lula na Superintendência da corporação em Curitiba (PR), oferecendo contrato para um livro sobre a amizade do policial com o ex-presidente. A informação é da coluna de Guilherme Amado, na Época.

Chastalo, que ficou conhecido como "Rodrigo Hilbert da PF", afirmou que a ideia partiu do escritor cubano Leonardo Padura, autor do best-seller "O homem que amava os cachorros", que esteve com Lula no dia 15 de agosto em Curitiba.

"Ele (Padura) disse que eu tinha obrigação de escrever e que era uma testemunha da história. Para ele, isso se sobrepõe a qualquer outra questão”, disse Chastalo em novembro.

Chastalo, no entanto, não sabe ainda se vai aceitar o convite das editoras com receio que a obra esbarre em questões éticas e legais.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247