“Uma vaga no Senado será do Deltan Dallagnol”, diz presidente da Paraná Pesquisas

Na avaliação do presidente do Instituto Paraná Pequisas, Murilo Hildalgo, o procurador Deltan Dallagnol deverá ficar com uma das cadeiras do Paraná no Senado - Dallagnol é sondado pelo Podemos, partido criado pelo senador Álvaro Dias para ser candidato; já a outra vaga deverá ser disputada de "forma cruenta" entre Beto Richa (PSDB) e Roberto Requião (PMDB)

O coordenador da força-tarefa Lava Lato, o procurador da República Deltan Dallagnol, apresenta propostas do Ministério Público Federal para o Combate à Corrupção (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O coordenador da força-tarefa Lava Lato, o procurador da República Deltan Dallagnol, apresenta propostas do Ministério Público Federal para o Combate à Corrupção (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Charles Nisz)

Paraná 247 - O presidente da Paraná Pesquisas Murilo Hidalgo afirmou nesta segunda-feira (11), ao Blog do Esmael, que uma vaga ao Senado “certamente” será do procurador Deltan Dallagnol nas eleições de 2018. Hidalgo disse que as condições para a candidatura do coordenador da Lava Jato estão sendo dadas politicamente.

“Ele deverá disputar uma das duas cadeiras no novo partido do senador Alvaro Dias, o Podemos, e poderá reforçar a chapa de Osmar Dias ao governo do Paraná”, complementou. Osmar deverá trocar o PDT pelo Podemos no início de abril.

Para o diretor-presidente da Paraná Pesquisas, haverá uma luta “cruenta” pela segunda vaga ao Senado entre o governador Beto Richa (PSDB) e o atual senador Roberto Requião (PMDB). “Deltan vai se apresentar como novidade e com forte apelo midiático”, considerou Murilo Hidalgo.

O dono da Paraná Pesquisas lembrou, no entanto, que o procurador terá de renunciar à magistratura caso vença a eleição ao Senado. “Nada que outros procuradores da República e promotores de Justiça já não tenham feito isso antes”.

No fim de semana, a GloboNews deu como certa a candidatura de Deltan ao Senado. O também procurador Carlos Fernando Lima deverá concorrer à Câmara. Definitivamente, a Lava Jato ruma para se transformar um “partido político” no país.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247