Vargas contra-ataca e quer suspeição de relator

Depois do feriado de Páscoa, uma das primeiras ações da defesa do deputado federal André Vargas (PT-PR) será pedir a suspeição do relator da cassação no Conselho de Ética na Câmara, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), que já emitiu sentença condenatória contra o colega de parlamento

Depois do feriado de Páscoa, uma das primeiras ações da defesa do deputado federal André Vargas (PT-PR) será pedir a suspeição do relator da cassação no Conselho de Ética na Câmara, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), que já emitiu sentença condenatória contra o colega de parlamento
Depois do feriado de Páscoa, uma das primeiras ações da defesa do deputado federal André Vargas (PT-PR) será pedir a suspeição do relator da cassação no Conselho de Ética na Câmara, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), que já emitiu sentença condenatória contra o colega de parlamento (Foto: Leonardo Lucena)

Blog do Esmael - O deputado federal André Vargas (PT-PR), vice-presidente da Câmara, ao desistir da renúncia ao mandato, ontem, concomitantemente, decidiu partir para o contra-ataque. Depois do feriado de Páscoa, uma das primeiras ações da defesa do petista será pedir a suspeição do relator da cassação no Conselho de Ética na Câmara, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), que, em entrevistas à imprensa, reiteradas vezes já emitiu sentença condenatória contra o colega de parlamento.

Delgado é homem de confiança do ex-governador Eduardo Campos, de quem é correligionário no PSB, que vai disputar a Presidência da República com o PT em outubro. Em entrevista à rádio CBN, do sistema Globo, o relator admitiu vantagem política ao seu candidato com a cassação do deputado do PT.

O processo foi aberto na semana passada e deve ser concluído pelo colegiado em 90 dias. Vargas é acusado de relações suspeitas com o doleiro Alberto Youssef. Delgado sinalizou diversas vezes que pedirá a cassação do mandato de Vargas.

"André Vargas tem algo a ver com corrupção na Petrobrás? Nada. Com lavagem de dinheiro? Nada. Tem a ver com o que mesmo? Com um passeio – condenável – de jatinho até João Pessoa com a família", disse no fim de semana o jornalista Paulo Moreira Leite, colunista da revista IstoÉ.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247