Vargas rompe silêncio e diz que não recebeu verba ilícita de Youssef

Apesar de optar por ficar calado diante dos membros da CPI da Petrobras, em depoimento que ocorreu na sede da Justiça Federal em Curitiba (PR), ex-deputado André Vargas disse que nunca recebeu recursos ilícitos do doleiro Alberto Youssef

Apesar de optar por ficar calado diante dos membros da CPI da Petrobras, em depoimento que ocorreu na sede da Justiça Federal em Curitiba (PR), ex-deputado André Vargas disse que nunca recebeu recursos ilícitos do doleiro Alberto Youssef
Apesar de optar por ficar calado diante dos membros da CPI da Petrobras, em depoimento que ocorreu na sede da Justiça Federal em Curitiba (PR), ex-deputado André Vargas disse que nunca recebeu recursos ilícitos do doleiro Alberto Youssef (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Câmara - O ex-deputado André Vargas, apesar de optar por ficar calado diante dos membros da CPI da Petrobras, em depoimento que ocorre na sede da Justiça Federal em Curitiba (PR), disse que nunca recebeu recursos ilícitos do doleiro Alberto Youssef.

"Eu o conheço [Youssef] há mais de 30 anos. Eu o conheci vendendo coxinha no aeroporto de Londrina. Depois dele ter cumprido pena, ele se transformou no proprietário do maior hotel de Londrina e é sócio ainda de um grande hotel em Aparecida do Norte, junto com a empresa católica", disse Vargas.

"Ele é um empresário e eu mantive um relacionamento a luz do dia com ele", disse Vargas. "Mas recebeu algum recurso financeiro dele?", perguntou o deputado Ivan Valente (Psol-SP). "Eu não reconheço nenhum repasse dele para mim porque não ocorreram", disse o ex-deputado.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247