“Vocês estão reféns da imprensa”, diz Lula a Moro

No depoimento que prestou ao juiz Sérgio Moro nesta tarde, o ex-presidente Lula criticou o uso midiático das denúncias feitas contra ele; "Vocês do Ministério Público Federal viraram reféns da imprensa. Todo dia tem 20, 30 minutos de noticiário com denúncias infundadas contra mim nos telejornais. Eu vejo as pessoas fazendo campanha contra mim, diariamente", disse Lula; irritado, Moro disse que ali não era lugar de "fazer discurso ou campanha"

No depoimento que prestou ao juiz Sérgio Moro nesta tarde, o ex-presidente Lula criticou o uso midiático das denúncias feitas contra ele; "Vocês do Ministério Público Federal viraram reféns da imprensa. Todo dia tem 20, 30 minutos de noticiário com denúncias infundadas contra mim nos telejornais. Eu vejo as pessoas fazendo campanha contra mim, diariamente", disse Lula; irritado, Moro disse que ali não era lugar de "fazer discurso ou campanha"
No depoimento que prestou ao juiz Sérgio Moro nesta tarde, o ex-presidente Lula criticou o uso midiático das denúncias feitas contra ele; "Vocês do Ministério Público Federal viraram reféns da imprensa. Todo dia tem 20, 30 minutos de noticiário com denúncias infundadas contra mim nos telejornais. Eu vejo as pessoas fazendo campanha contra mim, diariamente", disse Lula; irritado, Moro disse que ali não era lugar de "fazer discurso ou campanha" (Foto: Charles Nisz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 - Ao final do seu depoimento ao juiz Sérgio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou o uso midiático das denúncias feitas contra ele: "Vocês do Ministério Público Federal viraram reféns da imprensa. Todo dia tem 20, 30 minutos de noticiário com denúncias infundadas contra mim nos telejornais. Eu vejo as pessoas fazendo campanha contra mim, diariamente", disse Lula.

Irritado, Moro disse que ali não era lugar de "fazer discurso ou campanha" e que o ex-presidente, se tivesse alguma reclamação, que falasse apenas sobre o objeto do processo.

De acordo com Lula, "há uma caça às bruxas contra ele", com denúncias diárias e ampla repercussão desses fatos na imprensa. "Se as pessoas não querem assumir os atos ilícitos cometidos, não joguem contra mim. O objetivo é encontrar alguém para me criminalizar", encerrou Lula.

 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247