Zeca Dirceu e Lula avaliam que só eleições diretas vão melhorar a crise política no país

O deputado conversou paranaense conversou com o ex-presidente Lula sobre a política e o retrocesso de direitos sociais trazido com medidas implantadas por Temer; na avaliação do parlamentar e do ex-presidente, somente eleições diretas serão capazes de aplacar a crise política surgida desde o impeachment de Dilma Rousseff   

O deputado conversou paranaense conversou com o ex-presidente Lula sobre a política e o retrocesso de direitos sociais trazido com medidas implantadas por Temer; na avaliação do parlamentar e do ex-presidente, somente eleições diretas serão capazes de aplacar a crise política surgida desde o impeachment de Dilma Rousseff 

 
O deputado conversou paranaense conversou com o ex-presidente Lula sobre a política e o retrocesso de direitos sociais trazido com medidas implantadas por Temer; na avaliação do parlamentar e do ex-presidente, somente eleições diretas serão capazes de aplacar a crise política surgida desde o impeachment de Dilma Rousseff    (Foto: Charles Nisz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 - O deputado federal Zeca Dirceu visitou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta segunda-feira (31), em São Paulo. Durante o encontro, Zeca Dirceu conversou com Lula sobre a política no país, o grande retrocesso de direitos sociais que a população está sofrendo pelas medidas implantadas pelo governo golpista de Michel Temer. Zeca lembrou do desmonte promovido com as aprovações da Terceirização e da reforma Trabalhista no Congresso. Os dois concordaram que somente a volta da democracia vai voltar a dar esperança ao povo brasileiro.

Além disso, o deputado destacou o papel da Câmara dos Deputados e da pressão popular pela aceitação da denúncia contra Temer por crime de corrupção. “Temer é o primeiro presidente denunciado da história do país e seu índice de rejeição já bateu todos os recordes, segundo Ibope. Nós não podemos deixar o país ruir com ele fazendo o que quer para se manter em um cargo de presidente, que nunca foi dele. A Câmara tem a obrigação de aceitar a denúncia da PGR e permitir que o STF julgue o Temer pelos crimes que ele cometeu”, defendeu o parlamentar.

Tanto para Zeca, quanto para Lula somente eleições diretas vão colocar o Brasil de volta no caminho da democracia. “O povo que deve decidir o que quer para seu país. Essas medidas que o Temer apresenta estão sendo recusadas nas urnas desde 2002. A democracia tem que ser respeitada”, afirmou o deputado.

Caravanas
Lula confirmou também que a partir do dia 17 de agosto vai dar início a uma caravana de 21 dias pelo Nordeste, começando pela Bahia e terminando no Maranhão. A caravana vai passar por dez estados. E os planos é realizar outras pelo Sul, Sudeste e Norte. Para Lula, o objetivo é “ver como eles estão estragando esse país que nós conseguimos fazer crescer, ter autoestima e que está em decadência. Todo dia que deito, penso na situação que está o país e em como o deixamos. Quero viajar o Brasil todo de ônibus e de ônibus, de carro, de trem, de barco para que a gente possa ter acesso ao povo”, declarou o ex-presidente.

Na última sexta-feira (28), Lula lembrou, em entrevista concedida à Rádio Som Maior de Santa Catarina, que uma das maiores experiências da sua vida pública foram as caravanas realizadas entre 1992 e 1993.

Eleições e Lava Jato
Lula criticou, na mesma entrevista, a forma como a imprensa e setores da sociedade e do Judiciário tentam inviabilizar sua candidatura à Presidência da República. Defendeu, ainda, que o PT busque, em âmbito nacional, alianças com partidos progressistas e de esquerda e que se posicionaram contrários às reformas trabalhista, previdenciária e aos retrocessos do governo golpista.

Na rádio, Lula falou sobre a perseguição feita pelo juiz Sérgio Moro a ele: o bloqueio de sua previdência privada. No dia 11 de agosto, juristas vão realizar um júri popular da Lava Jato para discutir essa e outras arbitrariedades.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247