Prioridade é seguir informando a população com base na ciência, diz novo presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia

"Transformamos a história natural da Covid-19 com a vacina", afirma o infectologista Alberto Chebabo

www.brasil247.com - Alberto Chebabo
Alberto Chebabo (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Em entrevista ao G1, o infectologista Alberto Chebabo, novo presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, falou sobre a pandemia no Brasil, o trabalho da SBI nesse período, a importância das vacinas e a luta contra a desinformação. Chebabo assume o posto nesta quinta (13) e ficará à frente da SBI nos próximos dois anos. 

Segundo Chebabo, a prioridade da SBI é continuar informando a população com dados baseados na ciência, e também atualizar as medidas, frente às mudanças de perfil da pandemia. "A pandemia que vivemos hoje é completamente diferente de 2020 e 2021. Obviamente, as recomendações vão mudando, como a redução de tempo de isolamento. Teremos que aprender a conviver com o vírus, conforme ele vai se apresentando", disse. 

Ele também destacou os avanços do trabalho da SBI neste período. "Transformamos a história natural da Covid-19 com a vacina. Transformamos uma doença que era altamente letal, com uma taxa de letalidade importante, para uma doença cujo risco de morte é muito mais baixo em pessoas que se vacinaram corretamente", destacou Chebabo.

PUBLICIDADE

Eles também comentou sobre as fake news, um outro tipo de vírus com que tivemos que lidar desde o início da pandemia da Covid-19. "É sempre muito cansativo. Como conseguem inventar teorias tão absurdas e as pessoas acreditarem? Por outro lado, olha tudo o que conseguimos nesse período de pandemia. Mesmo com fake news, vemos uma adesão da população à vacinação de forma importante. Vimos também a adesão de adolescentes, quando houve esse ataque muito maior em relação à vacina, a população aderindo", disse o infectologista.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email