Rússia vence a corrida contra o coronavírus e realizará a vacinação em massa de sua população já em outubro

"A vacina contra a infecção pelo coronavírus, desenvolvida pelo instituto Gamalei, completou suas pesquisas clínicas", disse o ministro da Saúde Mikhail Murashko

(Foto: REUTERS / Dado Ruvic)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik – O ministro da Saúde da Rússia declarou que os testes de vacina contra a pandemia foram completados, enquanto país deverá dar início à vacinação em massa já em outubro. Falando com a Sputnik, o ministro da Saúde russo Mikhail Murashko declarou: "A vacina contra a infecção pelo coronavírus, desenvolvida pelo instituto Gamalei, completou suas pesquisas clínicas."

Na etapa atual, estão sendo colhidos os documentos necessários para o registro oficial da vacina, que precederá seu uso.

Sobre o uso do medicamento, Murashko afirmou que "estamos nos preparando para que em outubro comece a vacinação em massa contra o coronavírus."

Além disso, médicos e professores deverão ser os primeiros a ser vacinados.

Contudo, ainda são esperadas pelo menos duas declarações oficiais sobre os testes clínicos de outras vacinas desenvolvidas na Rússia nos próximos 45 dias.

Ainda no último dia 29, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, havia dito que a situação do coronavírus na Rússia havia se estabilizado, contudo, em algumas regiões a situação ainda é complicada.

Mesmo assim, nos meses de junho e julho o número de infectados caiu pela metade, em comparação com os números recordes em maio, mas a situação ainda poderá se agravar.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247