Por Leonardo Lucena

10 anos sem Chico Anysio, o humorista prodígio

Francisco Anysio de Oliveira Paula nasceu em 12 de abril de 1931 em Maranguape, Ceará. Exerceu atividades como escritor, pintor, produtor, apresentador, radialista, compositor e roteirista

O pai de Chico Anysio era dono de uma frota de ônibus, que pegou fogo e acabou com o patrimônio da família. Pouco antes dos dez, Chico mudou-se para o Rio

Na adolescência já mostrava o seu talento. Antes dos 20 anos já fazia imitações e ganhou vários concursos de calouros

No final da adolescência, fez teste para a Rádio Guanabara (RJ) e ficou em segundo lugar. Perdeu para Silvio Santos, mas conseguiu a vaga e iniciava a promissora carreira de radialista

Aos 19 foi para a Rádio Clube de PE. Em 1952, ele e Haroldo Barbosa levaram para a Rádio Mayrink Veiga (RJ) a ‘Escolinha do Professor Raimundo’, o principal personagem de Chico

No começo, o ‘docente’ dialogava com três alunos: o inteligente (Afrânio Rodrigues), o burro (João Fernandes) e o esperto (Zé Trindade). "E o salário, ó", era o principal bordão do professor

Na Globo, o 'Professor Raimundo' ficou de 1973 até 1995 e voltou a ser exibido em 1999 e mais tarde num ‘remake’. Teve vários personagens e mudanças de elencos ao decorrer dos anos

Chico Anysio teve outros personagens marcantes, como Alberto Roberto. Era uma espécie de galã, que fazia entrevistas e sempre posava de sensual, soberbo. Usava uma touca de renda na cabeça

Outro personagem foi Pantaleão, com seu bordão: ‘é mentira, Terta?”. Em uma cadeira de balanço, ele contava histórias incomuns, acompanhado de sua esposa e de Pedro Bó

Chico teve outros personagens notórios, como Bento Carneiro (um vampiro), Popó de Pandolé (idoso que afirma ter mais de 350 anos) e Bozó (gago que trabalhava para a Globo)

Chico Anysio teve carreira premiada. Em 1963 ganhou o Troféu Roquette Pinto como melhor humorista. Em 2009, ainda vivo, recebeu a Ordem do Mérito Cultural

Em 2016 ganhou homenagem póstuma como melhor ator coadjuvante no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro pelo filme A Hora e a Vez de Augusto Matraga (2011)

A carreira do humorista tem, ainda, algumas curiosidades. Uma delas é que Chico dublou o personagem Carl, um velhinho do filme de animação norte-americano "Up - Altas aventuras"

Dentre os parentes famosos de Chico está o ator Marcos Palmeira. Em 2021, o artista homenageou o tio, que faria 90 anos. "Nesse Brasil de hoje ele ia deitar e rolar"

Em 2013, Chico Anysio foi homenageado pela escola de samba Paraíso do Tuiuti em desfile

Segundo relatos, Chico criou mais de 450 personagens - mais de 200 ganharam vida

Chico Anysio faleceu em 23 de março de 2012, aos 80 anos, no Rio de Janeiro, por falência múltipla dos órgãos 

Voltar para o Brasil 247