Tá nos trends

Bolsonaro diz que Nise Yamaguchi foi vítima de tribunal de exceção e internautas ironizam: "falou o fã do Ustra"

Ao reclamar do tratamento de membros da CPI com a médica defensora da cloroquina Nise Yamaguchi, internautas relembram que Bolsonaro é fã de Carlos Brilhante Ustra, um dos maiores torturadores da ditadura, reconhecido pelo tom sádico e violento

(Foto: ABr | Orlando Britto)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ao reclamar do tratamento de membros da CPI com a médica defensora da cloroquina  Nise Yamaguchi em suas redes sociais, internautas relembram que Jair Bolsonaro é fã assumido do falecido coordenador do Centro de Operações de Defesa Interna (DOI CODI) Carlos Brilhante Ustra, um dos maiores torturadores da ditadura militar, reconhecido pelo tom  sádico e violento.

Em 2016, ao declarar o seu voto no processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, o então deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) fez uma homenagem à memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra chamando-o de “o pavor de Dilma Rousseff”, por ter comandado as sessões de tortura contra a ex-presidenta, que foi presa durante a ditadura militar.

Ustra morreu em 2015, aos 83 anos, sem pagar criminalmente por suas ações.

Veja a repercussão:

 

 

 

 


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email