Tá nos trends

Com Brasil mergulhado no caos, mobilização pelo impeachment de Bolsonaro volta a ser assunto

Através das redes sociais, sociedade alerta que, ou o impeachment de Jair Bolsonaro é aprovado, ou brasileiros seguirão morrendo em decorrência da grave crise econômica e pela contaminação da Covid-19

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Através das redes sociais, com a #impeachmentouorte, a sociedade alerta que, ou o impeachment de Jair Bolsonaro é aprovado, ou brasileiros seguirão morrendo em decorrência da grave crise econômica e pela contaminação da Covid-19. 

Nesta quarta-feira (3) o assunto foi um dos mais comentados da rede social Twitter. Apesar do apelo social, o Congresso segue negligenciando a pauta do impeachment, principalmente após Bolsonaro liberar, durante o mês de janeiro, R$ 511.529.626,00 em emendas parlamentares para a Câmara dos Deputados e para o Senado Federal. O valor representa um novo recorde para o mês. 

A liberação ocorreu durante a campanha para eleição dos presidentes das duas Casas do Congresso Nacional. Seu candidato, Arthur Lira (Progressistas), venceu o processo após a liberação da verba.

Veja a repercussão: 


 

 

 

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email