Tá nos trends

Decreto de Bolsonaro contra o SUS gerou a pior reação ao governo no Twitter

Dados levantados pela consultoria Arquimedes e obtidos pelo Sonar indicam que 98,5% das menções feitas na plataforma sobre o tema foram desfavoráveis ao decreto que permitia privatização de UBS

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O movimento nas redes sociais contra o decreto de Jair Bolsonaro para privatizar as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Sistema Único de Saúde (SUS), nesta quarta-feira, 28, marcou a pior repercussão negativa no Twitter do governo federal, conforme noticiou reportagem do jornal O Globo.

Dados levantados pela consultoria Arquimedes e obtidos pelo Sonar indicam que 98,5% das menções feitas na plataforma sobre o tema foram desfavoráveis ao decreto. A pressão nas redes e em Brasília, fez com que o governo revogasse o decreto

A consultoria Arquimedes analisou mais de 150 mil menções no Twitter ao SUS e às unidades de saúde, publicadas entre meia-noite e 16h desta quarta-feira.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247