Tá nos trends

Duvivier: “PSB e PDT passando vergonha. Não que esperasse outra coisa”

Humorista criticou partidos que votaram a favor da PEC dos Precatórios, que deu um cheque para Bolsonaro bancar sua reeleição

Gregório Duvivier
Gregório Duvivier (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O humorista Gregório Duvivier criticou os partidos PSB e PDT, que votaram a favor da PEC dos Precatórios, emenda que dá um cheque para Jair Bolsonaro bancar sua reeleição. 

“PSB e PDT passando vergonha. Não que esperasse outra coisa. Mas ainda assim: que vexame.”, disse. 


Saiba mais 

Na prática, a PEC permitirá ao governo gastar R$ 91,6 bilhões adicionais em 2022, sendo 67 bilhões para Auxilio Brasil, 4 bilhões pro Bolsa Caminhoneiros e 20 bilhões para emendas parlamentares. Ação que é considerada fundamental para Jair Bolsonaro investir em sua reeleição.A PEC foi aprovada por 312 votos favoráveis e 144 contrários. Se o PDT e o PSB não tivessem votado a favor, a PEC teria 281 votos e não teria sido aprovada - veja em detalhes aqui a votação de cada bancada.

PUBLICIDADE

Apenas o PT, PSOL e PCdoB votaram com 100% da bancada contrária a emenda. 

Já o Podemos, partido que recentemente filiou o ex-juiz Sergio Moro, caminhou contra a proposta, ma,  dos 9 parlamentares, 5 votaram a favor. 

O PSD, de Gilberto kassab 29 dos 34 parlamentares votaram a favor

PUBLICIDADE

O MDB, sigla que se diz independente do governo, 10 dos 23 parlamentares votaram a favor. Já no PSDB, 22 dos 31 parlamentares seguiram o governo e votaram pela aprovação da emenda. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:


PUBLICIDADE

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email