Tá nos trends

Ministro Marcos Pontes vira piada nas redes por usar 'astronauta' no nome

O tenente-coronel da Força Aérea Brasileira (FAB) Marcos Pontes, ministro Ciência, Tecnologia e Inovações do governo Jair Bolsonaro, virou piada nas redes sociais após divulgação de foto na qual sua placa de identificação aparece “Astronauta Marcos Pontes”

www.brasil247.com - Marcos Pontes
Marcos Pontes (Foto: Reprodução)


247 - O tenente-coronel da Força Aérea Brasileira (FAB) Marcos Pontes, ministro Ciência, Tecnologia e Inovações do governo Jair Bolsonaro, virou piada nas redes sociais, nesta terça-feira, 16, após divulgação de foto na qual sua placa de identificação aparece “Astronauta Marcos Pontes”.

“O Marcos Pontes mudou o primeiro nome dele?”, questionou o perfil Bolsominions Arrependidos no Twitter.

A foto divulgada é de uma reunião entre o ministro e o deputado federal Nelson Barbudo (PSL-MT), que levou ao astronauta “algum projeto” e “material” para o enfrentamento à pandemia do coronavírus.

“Astronauta Marcos Pontes e Nelson Barbudo usam nome+adjetivo assim como o chefe, Bolsonaro Genocida”, publicou outro perfil no Twitter.

“Chacota demais ele ser identificado como ‘astronauta Marcos Pontes’. Primeiro que ele só pegou uma carona pro espaço. Segundo que foi uma carona com os russos, então no máximo ele é o Cosmonauta Marcos Pontes”, escreveu o perfil Agenda do Jair.

Em 30 de março de 2006, durante o governo Lula, o agora ministro partiu para a Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo da nave russa Soyuz TMA-8. Ele retornou no dia 8 de abril. Foi o primeiro brasileiro a ir ao espaço.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247