Tá nos trends

Paulo Guedes é cobrado após PIB desabar 4,1%: “avalista da morte"

Deputada Natália Bonavides (PT-RN) foi uma delas, que lembrou frase do ministro da Economia feita um dia antes: “se alguém me mostrar que estou fazendo algo muito errado, vou embora”

Paulo Guedes
Paulo Guedes (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da economia do governo de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, foi cobrado nas redes sociais nesta quarta-feira (3), após o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro desabar 4,1%.

O PIB do Brasil fechou o ano passado com uma queda de 4,1%, segundo o IBGE. Resultado representa o maior recuo anual da série iniciada em 1996 e a maior queda desde 1990, quando aconteceu o confisco do governo Collor. 

Veja a repercussão nas redes: 

 


 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email