Tá nos trends

Sertanejo debocha da Covid, vai para UTI, se cura e promove aglomeração durante show em SC (vídeo)

Cauan Máximo, que chegou a ter 70% do pulmão tomado pela Covid, aparece servindo whisky na boca dos convidados da festa. Ele e o parceiro, Cleber, chegaram a ter os nomes incluídos em encontro com Bolsonaro, mas negaram a presença no Planalto

www.brasil247.com - Cauan
Cauan (Foto: Reprodução)


Portal Forum - No começa da pandemia, Cauan Máximo, da dupla sertaneja Cleber e Cauan, ironizou o coronavírus e chegou a desafiar o vírus a infectá-lo. Contaminado em agosto do ano passado, o cantor foi para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em estado grave e chegou a ter 70% dos pulmões comprometidos. Mas, a doença parece não ter mudado a percepção inicial que ele tinha da Covid-19.

Nesta sexta-feira (12), Cleber e Cauan causaram aglomeração em um show particular em uma festa de casamento em Santa Catarina. O vídeo com as imagens da aglomeração caiu na rede e foi divulgado por Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

Nas imagens, Cauan aparece com uma garrafa de whisky nas mãos e vai servindo de boca em boca para convidados da festa.

Apesar de não serem dos mais bolsonaristas entre os muitos sertanejos bolsonaristas, Cleber e Cauan apoiaram a demanda de um grupo de artistas, a maioria deles sertanejos, pelo fim da meia-entrada.

O grupo visitou o Palácio do Planalto em abril, e Cleber e Cauan chegaram a ter seu nome publicado na lista de participantes, encabeçada pelo ex-Trapalhões Dedé Santana. Posteriormente, a dupla desmentiu sua presença no evento, mas afirmou apoiar a causa do fim da meia-entrada.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247