Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.

24.05.2015

Fotos Públicas

Delatores divergem e um deles inocenta Gleisi

:

Atingida em plena campanha eleitoral do ano passado com a acusação de que teria recebido recursos do doleiro Alberto Youssef, quando se elegeu senadora, em 2010, a ex-ministra Gleisi Hoffmann, do PT, recebe uma reparação tardia; em depoimento prestado na Lava Jato, o delator premiado Rafael Ângulo, que seria o entregador de recursos de Youssef, afirmou não ter conhecimento sobre qualquer fato relacionado à senadora Gleisi; segundo Youssef, Ângulo teria sido o portador do dinheiro; choque entre versões de delatores têm sido comuns na Lava Jato; ex-ministro Antonio Palocci também foi citado por Paulo Roberto Costa, que depois acabou desmentido por Youssef

'É preciso recuperar o espírito inicial da desoneração'

WILSON DIAS-ABR:

Em entrevista exclusiva ao 247, o empresário Robson Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria, critica duramente a proposta do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, de acabar com os benefícios da desoneração sobre a folha de pagamento para a indústria; "a intenção original era beneficiar apenas setores afetados pela competição internacional e o custo seria de R$ 4 bilhões"; segundo Andrade, quando falam em custo fiscal de R$ 25 bilhões, isso se deve ao alargamento desncessário da desoneração; ele defende que o governo retome o espírito original da medida; na entrevista, Robson também defendeu a terceirização; "é preciso dar segurança jurídica às empresas e também a 12 milhões de trabalhadores terceirizados no País"

Opinião

Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247