Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.

2.07.2015

Fotos Públicas

Marco Aurélio, do STF: “Nunca vi tanta delação”

:

Ao comentar a Operação Lava Jato nesta quarta-feira, o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, ressalta que agora "as coisas já não são varridas para debaixo do tapete", mas faz uma ressalva: "devo admitir que eu nunca vi tanta delação"; ele diz esperar que "todas elas tenham sido espontâneas"; em entrevista concedida nesta semana, Marco Aurélio já havia feito críticas ao uso do instituto da colaboração premiada; segundo ele, o número de delatores no caso (que agora chega a 18) "já revela algo estranho"; nos EUA, a presidente Dilma Rousseff lembrou da ditadura e declarou "não respeitar delator"

Maioridade: Cunha manobra e governo vê golpe

:

Presidente da Câmara decide colocar novamente em votação, ainda hoje, a proposta de redução da maioridade penal, que foi rejeitada nesta madrugada; a ideia é votar uma emenda aglutinativa à PEC; diferença entre o texto derrotado e o novo é que o tráfico de drogas e o roubo qualificado seriam excluídos do rol de crimes que levaria o menor a responder como adulto; "Esta Casa não pode conviver com manobras", protestou o deputado Reginaldo Lopes (PT-MG); para Jandira Feghali, líder do PCdoB, não há espaço regimental para uma nova votação nesses termos; líder do Psol, Chico Alencar, afirmou que a nova votação é um desrespeito à sessão de ontem; nas redes sociais, Cunha ganhou o apelido de "Adolf Cunha" e a pecha de "mau perdedor"; há poucas semanas, ele praticou manobra parecida para votar de novo o financiamento privado de campanhas, que havia sido rejeitado

Opinião

Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247