Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.



Temer explica sua reforma: 100% da aposentadoria só com 50 anos de trabalho

Antonio Cruz/Agência Brasil

Michel Temer, que chegou ao poder sem voto, por meio de um golpe parlamentar, explicou nesta terça-feira o que pretende fazer com a aposentadoria dos brasileiros; de acordo com a sua fórmula, terá direito a 100% da aposentadoria quem contribuir para o INSS durante 50 anos – ou seja, como a expectativa média de vida do brasileiro é de 75 anos, quase ninguém conseguirá ter a aposentadoria integral; “Se você fizer 65 anos de idade e 25 anos contribuição, você já parte de 76% de aposentadoria. Portanto, se você cumprir estes dois requisitos você já tem 76% de aposentadoria. Mas se você começou com 20 anos e contribuiu durante 45 anos, você tem, na verdade, 96% de aposentadoria. Se você trabalhou 50 anos, você tem 100% de aposentadoria”, disse Temer, que se aposentou aos 55 anos, com ganho atual de mais de R$ 30 mil; vídeo

Lula empareda Serra sobre posição frágil e política do Itamaraty na ONU

Defesa do ex-presidente denuncia formalmente ao Ministério das Relações Exteriores, comandado por José Serra, que o documento enviado pela própria pasta às Nações Unidas contém uma série de violações e inverdades; a manifestação do Itamaraty à Comissão de Direitos Humanos da ONU foi feita em resposta a uma ação de Lula na Organização de que houve violações contra ele no âmbito da Lava Jato; Serra apontou, no documento, que a condução coercitiva de Lula está prevista no código penal francês, mas não indica em que trecho do código penal brasileiro; além disso, diz que oito dos 11 ministros do STF foram indicados por Lula ou Dilma, e que se tivesse havido alguma violação contra o petista, eles teriam se manifestado; segundo o deputado Paulo Pimenta (PT-RS), que anunciou a ação da defesa de Lula, a afirmação questiona a imparcialidade da justiça brasileira, "uma verdadeira agressão"; confira a íntegra do documento