Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.


Ciro defende eleições gerais – e não só para presidente

Em conversa com seguidores pelo Facebook nesta terça-feira, 23, o presidenciável Ciro Gomes, comentou a proposta do seu partido, o PDT, da realização de eleições gerais, não só para presidente, como o caminho a ser seguido no caso da cada vez mais próxima saída de Michel Temer da Presidência; "Nossa proposta é, se houver uma mudança na Constituição, que seja para promover eleições gerais: para deputado federal, para senador, deputado estadual, para governador, presidente. Ou seja, antecipar as eleições de 2018 para agora", disse; Ciro classifica como "imprudente" a defesa de alguns partidos, entre eles o PT, de eleições diretas apenas para presidente da República; "Porque nomearia um presidente com um ano e pouco de mandato, com meros seis meses já começaria outra campanha e esse presidente estaria constrangido a governar com esse Congresso completamente corrompido

Grampo com Andrea Neves derruba Reinaldo Azevedo

Em conversa interceptada pela Polícia Federal, o jornalista Reinaldo Azevedo dialoga com Andrea Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves, e classifica uma reportagem da revista Veja, onde trabalha, como "nojenta"; ele se referia à edição que trouxe Aécio na capa; no mesmo diálogo, ele também critica o procurador-geral da República, Rodrigo Janot; assim que a conversa foi divulgada, Reinaldo pediu demissão de Veja e disse que o grampo violou um dos pilares da democracia, que é o sigilo entre jornalistas e suas fontes: "Há uma agressão a uma das garantias que tem a profissão. A menos que um crime esteja sendo cometido, o sigilo da conversa de um jornalista com sua fonte é um dos pilares do jornalismo", escreveu, em resposta ao portal BuzzFeed


Fechar