Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.

4.05.2016

Fotos Públicas


Depois do golpe, STF marca julgamento de Cunha

:

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que pintou e bordou no País, levando adiante um pedido de impeachment sem base legal, votado num domingo como numa final de campeonato, será finalmente julgado pelo Supremo Tribunal Federal; a corte avaliará nesta quinta-feira 5 se ele deve ser afastado, em ação proposta pela Rede Sustentabilidade; o destino da presidente Dilma, alvo de Cunha, já parece traçado; pedido de afastamento foi colocado em pauta porque seria intragável, para a maioria da população, a possibilidade de Cunha assumir a presidência na eventual ausência de Michel Temer

Anastasia pede o que todos sabiam: a cabeça de Dilma

:

Indicado pelo PSDB para relatar a admissibilidade do impeachment no Senado, o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), braço direito do senador Aécio Neves (PSDB-MG), um dos principais responsáveis pelo golpe parlamentar em curso no País, apresentou nesta quarta-feira um parecer de 126 páginas que, sem surpresas, rejeita as argumentações da defesa e defende a continuidade do processo de impeachment no Senado; acusado de ser um relator parcial, o senador, no entanto, decidiu não ampliar o espectro da investigação contra a presidente com informações da Operação Lava Jato; na sessão de hoje, a senadora Gleisi Hoffmann questionou o fato de ontem, durante a exposição de especialistas contrários ao impeachment, Anastasia ter se ausentado para escrever seu voto; o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) acusou o tucano de ter editado 55 decretos para crédito suplementar - prática que motivou o pedido de afastamento de Dilma - quando governou Minas; leia o parecer


Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247