Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Brasília 247

Obras de infraestrutura são liberadas em toda Vicente Pires

Nilson Carvalho/Agência Brasília:

As obras de urbanização em Vicente Pires vão avançar em todo o setor habitacional, agora que 100% da área está licenciada; a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) assinou o licenciamento ambiental, expedido pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram), para as Glebas 2 e 4 da região administrativa; de acordo com o governador Rollemberg, as obras começam em dezembro, com a construção de duas pontes de ligação sobre o Córrego Vicente Pires e quatro sobre o Córrego Samambaia; a expectativa é que, em janeiro, comecem as obras de drenagem pluvial de pavimentação, que beneficiarão diretamente cerca de 80 mil pessoas

GDF reinaugura terminal do Setor M Norte

Dênio Simões/Agência Brasília:

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, reinaugurou o terminal rodoviário do Setor M Norte, em Taguatinga. A estimativa é que 46 mil pessoas sejam beneficiadas diariamente; as empresas de ônibus vão operar com 30 linhas e 100 veículos. Entre os principais destinos estão Lago Sul, Núcleo Bandeirante, Rodoviária do Plano Piloto, Sudoeste e W3 Sul e Norte; reformado, o terminal conta com seis plataformas, 30 pontos de estocagem, banheiros com acessibilidade, lanchonete e nove salas administrativas; foram investidos R$ 3,5 milhões

Governo de Brasília repudia violência em protesto contra PEC 55

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil: <p>Brasília - Manifestantes entram em confronto com a polícia em frente ao Congresso Nacional (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)</p>

O governo de Brasília repudiou os atos de violência que aconteceram em frente ao Congresso; mais de 10 mil pessoas tomaram a Praça dos Três Poderes para protestar contra a PEC 55, que congela gastos públicos pelos próximos 20 anos; em nota, o governo local afirmou que "destruir o patrimônio público, desrespeitar as instituições e agir com vandalismo não é, de modo algum, postura de quem quer se manifestar democraticamente"; "A Constituição garante o livre direito à manifestação, que deve ser preservado por todos os democratas. A violência política é inaceitável e deve ser combatida"

Motoristas de ônibus escolares param no DF

:

Empresas que prestam serviço de transporte escolar aos alunos da rede pública do Distrito Federal voltaram a paralisar as atividades a partir desta quinta-feira (1º), por tempo indeterminado. a categoria cobra o pagamento de repasses atrasados que somam R$ 40 milhões. a estimativa é de que até 60 mil crianças e adolescentes sejam prejudicados pela greve

Documentos do Iphan complicam situação da AGU no caso Geddel

Beto Barata: <p>Brasília - DF, 14/09/2016. Presidente Michel Temer durante cerimônia de Posse da Senhora Grace Maria Fernandes Mendonça no cargo de Advogada-Geral da União. Foto: Beto Barata/PR</p>

"Um parecer dos procuradores do Iphan – Genésia Marta Alves Camelo e seu chefe,  Heliomar Alencar de Oliveira já haviam  atestado o poder da presidente nacional do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, a historiadora Kátia Bogea, de anular a decisão do Iphan da Bahia e impedir a construção de um espigão de 30 andares onde Geddel Vieira Lima tinha uma unidade", diz Fernando Brito, editor do Tijolaço; portanto, diz ele, não havia nenhum conflito a ser resolvido pela AGU, comandada por Grace Mendonça

Renan tenta, mas não consegue votar pacote contra a corrupção

Jane de Araújo/Agência Senado: <p>renan</p>

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), colocou em votação no plenário do Senado um requerimento de urgência urgentíssima para a votação ainda hoje (30) do projeto de lei que trata das medidas de combate à corrupção. Apesar dos protestos de grande parte do plenário, o presidente insistiu em colocar a matéria em votação, mas o requerimento foi rejeitado por 44 votos contrários e 14 favoráveis

Renan: propostas de Dallagnol só seriam aceitas em regime fascista

Marcos Oliveira: <p>Presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) recebe o procurador-geral da República, Rodrigo Janot Monteiro de Barros Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado</p>

“Propostas como informante do bem, validação de provas ilícitas e teste de integridade só seriam aceitas em um regime fascista”, afirmou o presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros (PMDB-AL); “O pacote não poderia ter sido aprovado assim, a menos que fosse um estado de exceção. Não poderia ter tido outro tratamento, o pacote estava fadado a receber o tratamento que recebeu”, declarou Renan; nesta tarde, integrantes do Ministério Público ameaçaram renunciar à força-tarefa da Lava Jato se o projeto vier a ser sancionado por Michel Temer; o procurador-geral, Rodrigo Janot, também reagiu, dizendo que as "10 medidas contra a corrupção não existem mais"

Ao lado de Moro, Renan diz que Lava Jato é sagrada

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado: <p>Renan Moro Gilmar Mendes 1/12/2016</p>

Diante do juiz Sérgio Moro, na sessão de debates do Senado, nesta quinta (1º), na qual se discute o projeto de lei que define crimes de abuso de autoridade, o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB) negou que a proposta enfraqueça a operação Lava Jato; segundo o senador, “ao contrário do que se vem propagando”, a iniciativa não busca embaraçar a operação ou qualquer outra investigação; “Eu considero a Operação Lava Jato sagrada. Ela precisa sim ser estimulada para que possa colaborar com a diminuição da impunidade no Brasil”, afirmou

BRASIL

Arena Condá lotada recebe corpos das vítimas da queda do avião

:

A forte chuva que cai em Chapecó neste sábado (3) não espantou o público que aguardou desde cedo a chegada dos corpos das vítimas do acidente aéreo na Colômbia com o time da Chapecoense; os corpos chegaram por volta das 12h25 ao estádio, depois de um cortejo que percorreu as ruas da cidade; as arquibancadas estão lotadas de torcedores que, emocionados, se abrigam debaixo de capas e guarda-chuvas

PARANÁ 247

Lava-Jato transformou o Brasil numa Bananalândia, diz promotor

Vladimir Platonow/Repórter da Agência Brasil: <p>O procurador da República Deltan Dallagnol, que integra o núcleo da Operação Lava Jato, participa de lançamento, no Rio, do projeto 10 Medidas Contra a Corrupção, do MPF (Vladimir Platonow/Repórter da Agência Brasil)</p>

O promotor Fuar Farad escreve artigo no qual discorre sobre a reação dos procuradores da Força Tarefa da Operação Lava Jato contra a aprovação do projeto da Câmara, que define os crimes de abuso de autoridade; "Os pretensos boys magia da Car Wash, na República de Curitiba, foram tragados por alguma espécie de histerismo paranoico diante de uma decisão tomada pela Câmara dos Deputados, em Brasília, que soterrou as desmedidas criadas e capitaneadas pelos magnânimos Redentoristas da Procuradoria da República", afirmou; para ele, os procuradores "transformaram nossa terra numa Bananalândia"

Revista Brasil 247

Edição #119

Revista do dia

Revista Oásis - Edição #300

Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247