Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Brasília 247

Janot prevê atraso de pelo menos três meses na Lava Jato

João Américo/Secom/PGR: <p>janot</p>

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, avalia que a morte do ministro Teori Zavaski, relator da Lava Jato no STF (STF), atrasará o andamento da operação; na Procuradoria-Geral da República, os cálculos são de que, se os casos da Lava Jato forem redistribuídos a um outro ministro, a homologação dos 950 depoimentos da construtora Odebrecht poderiam ser adiadas em pelo menos três meses

Cármen Lúcia diz que ainda não analisou como ficará andamento da Lava Jato

: <p>Cármen Lúcia</p>

"Não estudei nada por enquanto. A minha dor é humana, como eu tenho certeza é a dor de todo brasileiro por perder um juiz como esse", disse a presidente do Supremo Tribunal Federal; com a morte de um ministro, o Artigo 38 do Regimento Interno do Supremo prevê que os processos deverão ser herdados pelo juiz que ocupar a vaga; outro trecho do regimento, no entanto, faz exceção para alguns tipos de processo, para os quais o presidente da corte ordenaria a redistribuição dos demais tipos de processo

Morte de Teori não pode paralisar Lava Jato, diz Marco Aurélio

:

Em entrevista para a rádio BandNews FM, o ministro do STF Marco Aurélio Mello disse que os processos urgentes sob a responsabilidade de Teori Zavascki "devem ser imediatamente redistribuídos"; ele lamentou a morte de quem classificou como amigo; "Era um homem que se relacionava com todos de uma forma muito positiva. Foi uma surpresa para todos, uma perda muito grande", afirmou

Renan manifesta pesar e perplexidade com a morte de Teori

:

“Trata-se de um magistrado que ganhou respeitabilidade pelo senso de justiça, legalismo, equilíbrio e devoção às leis. O Brasil, a sociedade e o mundo jurídico perdem um de seus maiores expoentes. Em nome do Congresso Nacional, manifesto minhas condolências à família e rogo pelo rápido esclarecimento das causas desse trágico acidente”, disse Renan, em nota

Kakay: advogados de defesa só têm a lamentar

Valter Campanato/ABr: Bras�lia - O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, defensor de Zilmar Fernandes, s�cia do publicit�rio Duda Mendon�a. ocupa a tribuna no julgamento do processo do mensal�o no Supremo Tribunal Federal.  Kakay disse que o processo do mensal�o

"Teoria era uma garantia para todos os réus e investigados que tinham um JUIZ na condução dos processos e inquéritos. Não banalizava a prisão preventiva ou a temporária, só mandando prender uma única vez em toda a operação. Um JUIZ enfim. À defesa interessava muito a condução dos processos por um JUIZ deste quilate.Todos os advogados e investigados só têm a lamentar. Uma tragédia", diz o criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro

Temer mantém cerimônia no Planalto e evita falar na morte de Teori

: <p>(Brasília - DF, 29/12/2016) Presidente Michel Temer durante pronunciamento á imprensa no Palácio do Planalto. Foto: Alan Santos/PR</p>

Michel Temer manteve ao longo da tarde desta quinta-feira 17 cerimônia com embaixadores no Palácio do Planalto e evitou comentar, ao ser abordado por jornalistas, a queda do avião que transportava o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, e posteriormente sua morte

Chico Vigilante: morte de Teori é estranha coincidência

:

Em nota, o deputado Chico Vigilante (PT-DF) diz que o acidente que vitimou o ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, "exige uma investigação séria, transparente e imediata"; "E não apenas do Ministério Público e da Polícia Federal, mas com a participação efetiva de observadores internacionais, para que os fatos e provas tenham isenção e impessoalidade garantidas, com a blindagem necessária contra influências políticas de ocasião", diz ele

Ministros do STF preveem desaceleração da operação

Fellipe Sampaio/STF:

No STF (Supremo Tribunal Federal), o entendimento dos ministros é que a morte de Teori Zavascki "atingiu o coração" da Lava Jato e que, a partir de agora, o andamento da operação deve ser mais lento; além da indefinição e da espera pela definição de um novo relator do processo, os magistrados afirmam que Teori carregava consigo toda a memória da operação desde o seu início, há mais de dois anos, e que demorará até que o próximo titular da caneta se inteire da complexidade do caso

Teori representa ponto alto na história da nossa Justiça, diz Cármen Lúcia

José Cruz/Agência Brasil: <p>Brasília - O ministro Teori Zavascki e a presidente do STF, Cármen Lúcia, chegam para sessão plenária para definir a fixação da tese de repercussão geral nas ações que tratam da desaposentação (José Cruz/Agência Brasil)</p>

Primeira autoridade a ser informada de que o ministro Teori Zavascki estava no avião que caiu em Paraty nesta quinta-feira, a presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, disse em nota que "a consternação tomou conta do Supremo Tribunal Federal" com a notícia da morte do magistrado; "O seu trabalho permanecerá para sempre", declarou; leia a íntegra

RIO GRANDE DO SUL 247

Pimenta: quem eram os interessados na morte de Teori?

:

Deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) fez nesta sexta-feira, 20, vários questionamentos sobre as circunstâncias que envolvem o acidente aéreo no litoral de Paraty que matou o ministro Teori Zavascki, relator da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF); "a) quem eram os interessados na morte dele b) quem poderia ser beneficiado c) o dono do avião. 03 - d) quem era o piloto e as circunstâncias do acidente e) quem são as demais pessoas no avião? f) recuperar as conversas nos telefones. 04- g) o ministro tinha seguranças h) onde estavam i) acompanharam o embarque ? j) imagens do Campo de Marte? Vou aguardar as respostas??", questionou 

Revista Brasil 247

Edição #126

Revista do dia

Revista Oásis - Edição #306

Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247