Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.

30.10.2014

Fotos Públicas

Mato Grosso 247

Governador e secretários vão ao TJ contra bloqueio

MARCELLOCASAL-ABR:

Juiz Luis Bortolussi Júnior determinou o bloqueio de R$ 73 milhões das contas e bens do chefe do Executivo dos secretários de Estado Pedro Nadaf (Casa Civil) e Marcel de Cursi (Fazenda), do ex-secretário Edmilson dos Santos (MT Par), do economista Valdir Boni e da empresa JBS Friboi, por supostas irregularidades na concessão de benefícios fiscais ao frigorífico; governador Silval Barbosa interpôs um recurso contra decisão

CPIs investigarão Eraí Maggi e empreiteiras

:

A Assembleia Legislativa confirmou a implantação das três Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) solicitadas na semana passada; são elas: a CPI da Cooamat, proposta pelo deputado José Riva (PSD) para investigar o suposto uso da cooperativa, ligada ao empresário Eraí Maggi (PP), que sonegaria impostos; a CPI da Trimec, proposta por Ademir Brunetto (PT), para investigar contratos da empreiteira com o Governo; e a CPI da Nhambiquaras, proposta por Walter Rabello (PSD), para investigar contratos da construtora com o Estado

Geller diz ser um elo entre Taques e Dilma

:

O ministro da Agricultura, Neri Geller (PMDB), disse acreditar que Mato Grosso não será prejudicado pelo forte oposicionismo do governador eleito Pedro Taques (PDT) à gestão da presidente reeleita Dilma Rousseff (PT); em visita a Cuiabá para comemorar a vitória em segundo turno da petista, na segunda-feira (27), Geller afirmou que irá trabalhar para a "reaproximação" de Taques e Dilma; "Tanto eu quanto os senadores Wellington e Blairo podemos ajudar e vamos ajudar. Eu, particularmente, gosto do Pedro Taques, não tenho absolutamente nada contra ele", disse o ministro

Taques diz que mostrará ao povo a dívida real de MT

:

O governador eleito Pedro Taques (PDT) afirmou que, até o início de dezembro, convocará audiência pública para que a população de Mato Grosso tenha conhecimento do montante das dívidas e de dinheiro em caixa que será deixado pelo governador Silval Barbosa (PMDB); o pedetista foi questionado se os valores que a atual gestão promete deixar já foram confirmados pela equipe de transição; “Nós estamos fazendo levantamentos desses valores, para que eu possa, no final de novembro ou início de dezembro, convocar uma audiência pública e mostrar como se encontra o Estado”, disse Taques

Silval: "Dilma não pode desprezar sentimento de mudança"

:

Governador Silval Barbosa (PMDB) avaliou a vitória apertada da presidente Dilma Rousseff (PT) como um “sinal de alerta”: “A votação foi praticamente meio a meio. Todas as luzes de alerta foram acessas e creio que a presidenta Dilma não pode ignorar isso. O sentimento de mudança foi muito forte e espero que ela use isso para se orientar daqui pra a frente, Isso não pode ser desprezado”

Riva: senadores deverão aproximar Taques e Dilma

:

Deputado estadual José Riva (PSD) afirmou que os senadores Blairo Maggi (PR) e Wellington Fagundes (PR) terão que fazer o "meio de campo" para aproximar o governador eleito Pedro Taques (PDT) da presidente Dilma; isso porque o pedetista , enquanto senador, sempre foi oposição à petista e apoiou, declaradamente, o candidato Aécio Neves (PSDB); "Mato Grosso tem forças políticas ligadas a Dilma, por exemplo, os senadores Wellington e Blairo, que sempre apoiaram ela. E acredito que eles vão ter a incumbência de fazer o meio de campo", disse Riva

Taques diz que vai avaliar reativação Lemat

:

O governador eleito e senador Pedro Taques (PDT) afirmou que a manutenção da Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat) será discutida e avaliada por sua equipe de transição; Taques admitiu ser contrário que o Estado forneça jogos de azar, porém afirmou que nenhuma medida será tomada de modo "intransigente"; "Alguns argumentam que ela seria ao molde da loteria esportiva ou da Sena, porém isso é do Governo Federal e eu sou contrário ao Estado manter jogos", disse

Taques quer centralizar gestão para cortar gastos

Tony Ribeiro/MidiaNews:

O governador eleito Pedro Taques (PDT) reafirmou a decisão de "enxugar" o máximo possível a máquina pública estadual, a partir de janeiro de 2015, quando assumirá o comando do Palácio Paiaguás; ele disse que estuda, inclusive, "cortar" gastos com serviços terceirizados contratados pelas secretarias de Estado, como de limpeza e de vigilância privada; “Por exemplo, não é possível que cada secretaria contrate uma empresa para fazer vigilância. Não é possível que cada secretaria contrate uma empresa para fazer limpeza. Você está reproduzindo um erro. E isso não é bom. É preciso centralizar esse sistema”, completou Taques. 

Zeca Viana diz que CPIs serão "engavetadas"

:

Deputado estadual Zeca Viana (PDT) acredita que os autores das comissões não irão conseguir provar que há tempo hábil para concluir as investigações: “Fizemos o pedido de que os autores façam um levantamento comprovando ser possível a conclusão ainda este ano. Se não for possível, não adianta instalar uma CPI, porque ela vai até uma altura e vai morrer. Eu, particularmente, achava que uma CPI podia passar de uma legislatura e ter continuidade em outra, mas não pode”

Revista do dia

Revista Oásis 191

SP 247

Haddad: SP está “recuperando o tempo perdido”

Fábio Arantes / SECOM:

Prefeito pedalou nesta manhã com o americano Gary Fischer, designer de bicicletas e um dos inventores da mountain bike, do Centro Cultural São Paulo até a sede da prefeitura, ambos na região central; ele defendeu que a capital esteja "recuperando o tempo perdido" ao investir em ciclovias

SAÚDE E BEM ESTAR

Banco Mundial promete mais US$ 100 mi contra Ebola

REUTERS/USAMRIID/Randal Schoepp: O Banco Mundial prometeu mais 100 milhões de dólares para ajudar a recrutar profissionais estrangeiros para atuarem no combate ao Ebola, elevando os recursos destinados aos três países mais atingidos pela doença a mais de meio bilhão de dólares. RE

Com isso, os recursos do Fundo do Banco Mundial destinados aos três países mais atingidos pela doença são elevados a mais R$ 500 milhões nos últimos três meses; nova quantia será usada para ajudar a recrutar profissionais estrangeiros da área de saúde para atuarem no combate ao vírus

Opinião

Colunista

Os novos desafios de Dilma

Ribamar Fonseca,

É surpreendente o cinismo de pessoas que falam em democracia e, ao mesmo tempo, se recusam a aceitar o veredito das urnas que reelegeu a presidenta Dilma Rousseff

Colunista

O que Marina e PSB ganharam apoiando Aécio

Eduardo Guimarães,

Ir para a direita não lhes fez nada bem. Até porque, oportunismo e traição não são o melhor caminho para quem tem planos a longo prazo. Foram vítimas de ambição desmedida e afobação

Colunista

Terceiro turno ou democracia

Marcelo Zero,

Se Aécio tivesse sido vitorioso, conservadores estariam celebrando vitória sobre "lulopetismo" em vez de flertar com a ingovernabilidade

Colunista

A turma da Millenium está colérica

11 Altamiro Borges,

Rodrigo Constantino postou que houve fraude nas urnas. Jabor escreveu em sua coluna que "a burrice tem avançado muito" no Brasil. Para eles, a reeleição de Dilma é uma catástrofe

Colunista

É a intolerância que atravanca o progresso

20 Lula Miranda,

Só um ignorante seria capaz de manifestar, sem o menor pudor ou vergonha, as diatribes e preconceitos pavorosos que foram publicados nas redes sociais contra o Bolsa Família – ou seja, contra os pobres –, contra os nordestinos e contra os petistas

Colunista

Reformas inadiáveis: política e mídia

11 Francisco Chagas,

Se a reforma política será uma aliada poderosa no combate à corrupção, a criação de um marco regulatório nas comunicações também é tarefa imprescindível para um governo aberto e transparente

Colunista

O amor e o ódio em São Paulo

0 Rafael Kobota,

A vitória de Lula, candidato derrotado em três eleições até então, foi um basta que a população brasileira deu a um modelo de governo focado simplesmente em economia

Colunista

A crônica de um fracasso

0 Heitor Scalambrini Costa,

A mercantilização de um bem essencial à vida, cujo lucro, ao invés de usar na realização de obras, paga dividendos a acionistas e especuladores, é que tem provocado uma crise de tal dimensão

Colunista

Meio trilhão de imposto sonegado

0 Marcos Cintra,

A sonegação no Brasil é estimulada pelas elevadas alíquotas dos impostos, pela estrutura tributária predominantemente declaratória e pela complexidade das normas

Colunista

Armistício político e reconstrução econômica

0 Carlos Henrique Abrão,

Os partidos no poder precisam ser reoxigenados mediante um rodízio e a ocupação de espaços, uma espécie de coabitação, sempre adotada nos regimes parlamentares europeus

Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247