Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Minas 247

Cinco municípios recebem 210 unidades habitacionais

:

 A Companhia de Habitação de Minas Gerais (Cohab-MG) vai inaugurar mais 210 unidades habitacionais em cinco municípios mineiros até o próximo dia 1º de julho; as entregas são referentes à parceria entre o Estado e o Minha Casa, Minha Vida II, do governo Federal; com as novas unidades, a Cohab-MG totaliza 630 moradias entregues em 2016; segundo o governo, a atual gestão encontrou centenas de unidades habitacionais construídas, mas que estavam sem ligação com a rede de energia elétrica, água e esgoto; o executivo disse ter feito a infraestrutura básica para concretizar a entrega de 2.101 novas casas, sendo 1.471 inauguradas em 2015 e 630 entregues este ano

Pimentel critica peso dado a delatores na Lava Jato

:

"Hoje as acusações são feitas de forma pública, com estardalhaço, baseadas na palavra de uma a pessoa, de um delator, seja quem for. E mistura tudo o joio e o trigo vai tudo junto e ao mesmo tempo para as manchetes de jornal, para os noticiários das televisões", disse o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), em um evento na cidade mineira de Cataguases

Em Minas, juízes e desembargadores ganham extra de R$ 75 mil

Chris Ryan: <p>Judge holding gavel in courtroom</p>

Juízes e desembargadores de Minas Gerais receberam um extra de até R$ 75 mil, referente a mais uma parcela do passivo de auxílio-moradia garantido pela Justiça aos magistrados que estavam no exercício de suas atividades no período de setembro de 1994 a dezembro de 1997; nos corredores do Tribunal de Justiça, a informação é de que o próximo depósito do mesmo valor será feito na conta dos magistrados no segundo semestre; em 2014, os desembargadores de Minas aprovaram o pagamento do auxílio-moradia aos seus integrantes no valor de R$ 4.786,14 mensais, reduzido pouco depois para R$ 4.377,73 por determinação do CNJ; o valor não está sujeito ao Imposto de Renda e à contribuição previdenciária

Delação de Valério deve atingir Aécio e Clésio

:

O foco principal da delação premiada de Marcos Valério, inventor dos mensalões mineiro e federal, é a delação premiada do ex-senador Delcídio Amaral, em que ele acusou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) de pedir mais prazo, na CPI dos Correios, para que fossem entregues as informações do Banco Rural, para "maquiar" a contabilidade; além de Aécio, Valério deve envolver ainda o senador Clésio Andrade (PMDB-MG), que foi outro parlamentar pró-impeachment; com a delação complementar à de Delcídio, Valério, que já passou três anos preso, espera obter o semi-aberto ou o direito à prisão domiciliar

Pimentel entrega primeira etapa do Estadual Central

Credito Marcelo Sant Anna: <p>22/06/2016 - Governador Fernando Pimentel Inaugura obras co Colegio Minton Campos ( Estadual Centra)</p>

Ex-aluno da Escola Estadual Governador Milton Campos, o Estadual Central, em Belo Horizonte, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, voltou ao colégio para entregar a primeira etapa das obras de reforma do local, que incluíram a recuperação das características originais da construção e modernização do espaço; nesta fase foram investidos R$ 12,7 milhões, incluindo a reforma dos blocos da administração e da cantina, além de todas as 30 salas de aula do segundo piso, pilotis e auditório

Valério diz ter provas de que Aécio maquiou dados para CPI

:

Empresário teria prometido ao MP-MG entregar documentos de empréstimos realizados pelo Banco Rural que teriam financiado campanhas e esquemas de corrupção tucanos em Minas; ele, que será ouvido sobre o mensalão do PSDB e também é réu na Operação Lava Jato, teria sido incentivado pela defesa de Delcídio do Amaral a fazer uma delação para que o parlamentar tenha mais subsídios para provar sua citação de que houve maquiagem de dados do banco entregue à CPI dos Correios, em 2005, por parte do senador Aécio Neves (PSDB-MG)

Renegociação é positiva, avalia secretário

Pollyanna Maliniak: <p>Jos� Afonso Bicalho Beltr�o da Silva (secret�rio de Estado de Fazenda)</p>

O acordo prevê uma carência de 24 meses para a retomada do pagamento das prestações, sendo que nos primeiros seis meses o desconto será de 100%; a partir de janeiro de 2017, o desconto será reduzido, gradualmente, 5,55 pontos percentuais por mês, até junho de 2018; de acordo com o secretário da Fazenda de Minas, José afonso Bicalho, "nesses primeiros seis meses de carência para o pagamento da dívida com a União, esse dinheiro, com certeza, tem destino certo. Será usado para reequilibrar a nossa folha de pagamento"; o estado tem a segunda maior dívida com a União (R$ 81,55 bilhões)

Lacerda anuncia Brant e rompe aliança com Aécio

:

Prefeito Marcio Lacerda (PSB) confirmou ontem a escolha do economista Paulo Brant como seu candidato à disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte deste ano;  decisão desmancha a aliança de uma década entre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o prefeito e muda o jogo para a disputa do governo de Minas Gerais em 2018; "Gostaria que o Paulo Brant fosse candidato também deles. No momento não há um nome que a gente enxergue que seja capaz de agregar"

Governo anuncia recursos para o Plano de Saneamento

:

O governo de Minas assegurou recursos para a elaboração do Plano Estadual de Saneamento (PESB) que passou a ser um projeto estratégico para o Estado; foram autorizados investimentos de R$ 2,4 milhões para a contratação e elaboração de um Estudo do Panorama do Saneamento Básico em Minas Gerais que permitirá o desenvolvimento do plano e de R$ 500 mil para a criação de uma Rede de Desenvolvimento Institucional em Saneamento; de acordo com o governo, o PESB vai diagnosticar, sistematizar e avaliar os arranjos institucionais responsáveis pelos serviços de saneamento no Estado, além de propor ações visando, em médio prazo, a universalização do saneamento básico em Minas

PARANÁ 247

Ataque a jornalistas mudou conceito de censura judicial, diz Cármen Lúcia

:

O caso dos juízes que estão processando jornalistas no Paraná, após terem seus salários divulgados em reportagens, mudou o conceito sobre censura judicial no Brasil, opina a ministra Cármen Lúcia, do STF; ela destaca que, até então, a censura judicial tratava-se de liminares concedidas por juízes para impedir a publicação de determinadas notícias; agora, com o novo caso, os juízes passaram para o polo ativo do processo; "Fico preocupada se essas ações buscam criar um lugar no espaço público onde jornalistas não poderiam entrar", afirmou

SP 247

Frente Brasil Popular diz que prisão de ex-ministro é parte do golpe

:

Para Roberto Amaral, ex-presidente do PSB, e Raimundo Bonfim, da Central de Movimentos Populares (CMP), ambos coordenadores da Frente Brasil Popular, os movimentos sociais, partidos progressistas, centrais sindicais e a esquerda brasileira de modo geral mantêm a unidade em torno da "questão política crucial" do país hoje: a defesa do mandato de Dilma Rousseff; "A ação (da Lava Jato) é uma peça usual, comum, repetida, do processo de golpe. Sempre que há condições de nós avançarmos na defesa do mandato de Dilma, eles iniciam uma operação", diz Amaral

Revista Brasil 247

Edição #96

Revista do dia

Revista Oásis - Edição #277

Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247