Os muros estão em todo lugar

Se é pra moralizar, que prendam todos os corruptos ( principalmente os delatados na Lava Jato) sem distinção de partidos. Nem que sobre apenas dois como Dilma e Lula - os quais não possuem crimes - para reconstruírem com os poucos bons e honestos que ainda restam nesse País, a nova e tão esperada democracia justa e social brasileira

Se é pra moralizar, que prendam todos os corruptos ( principalmente os delatados na Lava Jato) sem distinção de partidos. Nem que sobre apenas dois como Dilma e Lula - os quais não possuem crimes - para reconstruírem com os poucos bons e honestos que ainda restam nesse País, a nova e tão esperada democracia justa e social brasileira
Se é pra moralizar, que prendam todos os corruptos ( principalmente os delatados na Lava Jato) sem distinção de partidos. Nem que sobre apenas dois como Dilma e Lula - os quais não possuem crimes - para reconstruírem com os poucos bons e honestos que ainda restam nesse País, a nova e tão esperada democracia justa e social brasileira (Foto: Ricardo Fonseca)

Vejo no noticiário o anúncio da construção do "Muro da discórdia" de Donald (pato) Trump, a ser construído para separar os ricos dos pobres. Ops! os EUA dos lugarejos mexicanos que com El Paso, Del Rio, Laredo, entre outras que fazem fronteira.

Trump não só venceu as eleições pelo seu nacionalismo exacerbado e megalomaníaco, mas por instigar nos americanos a "Supremacia Bourne", o orgulho e a prepotência de se acharem melhores do que as outras nações. Isso me perdoem os republicanos não é civismo, é tão somente o absurdo da preponderância americana elevado a décima potécia.
Contextualizando para a nossa realidade atual brasileira, vemos muros sendo erguidos em todos os lugares , sendo que no ambiente politico- judiciário-midiático eles aparecem mais .

Para exemplificar essa afirmativa, vi muros numa decisão judicial num processo que promovi no juizado de especial do consumidor no Maranhão. Nele por motivo de urgência solicitei uma liminar, porque o caso necessitara . A juíza parece-me que fazendo um enorme favor, fez vistas grossas e corpo mole, como se apenas brincasse de menina levada que não fez o dever de casa.

Foi então que nós, eu e o meu advogado fomos cobra-la o que? Apenas a obrigação de fazer o seu papel de magistrada dentro da legalidade.

Porém, para a nossa surpresa a emenda foi pior do que o soneto e a meritíssima extinguiu na cara dura o processo, sugerindo em seu despacho uma impossibilidade de julga-lo e insinuando a busca pela justiça comum. Ora, mais Siô! Sem cabimento, ela passou 3 dias para enxergar e construindo muros, que não tinha competência para julga-lo. Coincidentemente, nesse mesmo dia dei uma senhora pressão em sua secretária, que evidentemente é quem redige as decisões, deixando no ponto apenas para ela corrigir e assinar.

A rigor na inicial essa juíza já começou mostrando a que veio, desqualificando um comprovante de residência que apresentei, qual foi senão um boleto de plano odontológico de um banco, que continha o meu nome, CPF e endereço completo. Tudo em nome da lei...

O mais engraçado é que nesse mesmo juizado especial , acontecem coisas inexplicáveis como nas suas decisões da maioria das ações contra uma companhia de luz, que sempre são julgadas como improcedentes, pra não dizer quase todas. E em raras vezes quando o requerente ganha qualquer ação de danos morais, o seu dano não passa de cem reais. Ou seja, não paga nem a gasolina do advogado. Um acinte, que a corregedoria de justiça do maranhão e CNJ precisam investigar. Fato público e notório entre advogados e seus clientes maranhenses.

Voltando um pouco no tempo, quando a Ministra Presidente do Supremo Tribunal Federal Dra. Carmem Lúcia esteve em São Luís, a primeira coisa que ela pediu em seu pronunciamento, foi que as pessoas acreditassem na justiça. Ora, ora, ora, em que justiça acreditar? Na dos homens que se diz cega, mas tem olhos grandes, ouvidos largos, mãos pesadas e bolsos compridos? Ou na de Deus, que me parece ser mais justa e digna porque dela não podemos nem peticionar e muito menos corremos o risco desses pedidos serem negados?

Confiar naquela justiça em que ao final da audiência o magistrado conversa com a outra parte como se fossem velhos amigos de infância na cara dura? Ou naquela da secretária da juíza que te olhou com desprezo, porque você cobrou pelo trabalho insuficiente e não realizado?

Em épocas de Impeachtment sem crime de responsabilidade, condução coercitiva de quem nunca foi se quer intimado, prisão em primeira instancia e descaso em processos em juizados do consumidor, é praticamente impossível acreditar em alguma justiça nesse País.

Talvez o melhor a fazer é como fez a antiga União Soviética no dia em que completei 19 anos, derrubou o Muro de Berlim e unificou as Alemanhas oriental e ocidental. Com o fim da Guerra Fria e o início da Guerra Mídia, quem imaginou na possibilidade da construção de um muro entre EUA e México? Só uma mente doentia pelo poder como a de Donald (pato) Trump, para querer impor ao mundo os seus devaneios.

Apesar de até agora a maior loucura do neo-presidente americano além da intenção de construção desse muro seja o fim dos acordos comerciais e industriais com a China e o inicio das relações quase que sexuais com a Rússia. Todos sabem que a Russia é inimiga histórica dos americanos desde a Segunda Grande Guerra Mundial , menos o Trump. Será que vai ser preciso uma mobilização mundial para ele enxergar isso?

Esse desatino comercial poderá acarretar uma crise de proporções tão imprevisíveis, que isso poderá levar – Deus o livre – a uma Terceira Guerra Mundial .

Infelizmente, tem muita gente construindo muros por aí, seja de cunho religioso ou pagão, o importante é tentar atravessá-los ou na pior das hipóteses até derruba-los.

Imaginemos que Trump, construa mesmo esse maldito muro, a sua duração para mim será a mesma do tempo de seu mandato. E ele se continuar com essa ações mirabolantes, o congresso americano, diferentemente do nosso aqui no Brasil, não deixará acontecer nenhum golpe que prejudicará o País e possivelmente cassará o seu mandato. O Congresso americano é independente, sério e se preocupa com o destino do seu País.

Particularmente, já estou preparando a minha britadeira mental para derrubar esses muros invisíveis da justiça, da politica e da mídia brasileira. Como também o mundo terá que faze-lo para derrubar os muros visíveis ou não, que os EUA construirão daqui pra frente para se separar do resto do planeta.

Para o Brasil uma reforma política, jurídica e midiática Já! E para os EUA, só um pouco de lucidez já resolveria o problema dos muros de lá. Por um mundo sem muros, nós ficamos por aqui. Mas que o judiciário também possa derrubar os seus, para que haja de fato pelo povo, a credibilidade tão solicitada e necessária, para que vivamos num mundo mais justo.

Não adianta prender o Eike Batista, que foi mais um, como dezenas de empreiteiros presos na midiática Lava Jato, que foram vítimas do sistema de corrupção criado no Brasil desde sempre. Enquanto mais de 300 congressistas respondem a processos criminais. Ou prende todo mundo que tem crimes e que já foram delatados, inclusive os blindados dos partidos aliados ao governo Temer como PMDB, PSDB, DEM, etc...

Ou soltam os que foram presos como bodes expiatórios e pararam a indústria e comércio brasileiros.

Se é pra moralizar, que prendam todos os corruptos ( principalmente os delatados na Lava Jato) sem distinção de partidos. Nem que sobre apenas dois como Dilma e Lula - os quais não possuem crimes - para reconstruírem com os poucos bons e honestos que ainda restam nesse País, a nova e tão esperada democracia justa e social brasileira.

 

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247