O procurador Eduardo El Hage, 39, coordenador da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, critica o STF: “Como falar de um poder moderador que, de um lado, emite sinais muito violadores de garantias fundamentais e, de outro, se pinta como tribunal garantista?”, questiona

Ao vivo na TV 247 Youtube 247

Últimos envios

Revista Brasil 247