Em mais um capítulo da crise que divide o partido, a dirigente do diretório da Bahia, deputada federal professora Dayane Pimentel, que ficou contra Eduardo Bolsonaro no episódio da lista para o líder, diz que nunca traiu o presidente, mas que se ele "não permite opiniões diferentes", a traída é ela

Ao vivo na TV 247 Youtube 247

Últimos envios

Revista Brasil 247