Jefferson Miola adverte que a demissão de Roberto Alvim não paralisa a ofensiva de caráter nazista do governo Bolsonaro: "Sem repressão e violência social aberta e, também, sem o terror de um Estado policial e totalitário, o programa de destruição ultraliberal que está sendo executado no Brasil não se viabilizaria"

Denise Assis

De volta para o futuro

A jornalista Denise Assis, do Jornalistas pela Democracia, apresenta um cenário da grande sombra do autoritarismo e do nazifascismo que não deixa o país

Emir Sader

Quem são os tatus?

Emir Sader analisa o Brasil de Jair Bolsonaro e diz que preferiram entregar o país a um aventureiro, do que conviver com um governo de desenvolvimento econômico com distribuição de renda. E...

Roberto Alvim e os esquilos
Nêggo Tom

Alvim e os esquilos fascistas

Em analogia aos esquilos, "ratos de árvores que estão espalhados pelo mundo inteiro", o cantor e compositor Nêggo Tom escreve que "talvez, estejamos alimentando um ninhada dessa espécie roedora da...

Jair Bolsonaro
Helena Chagas

Bolsonaro piscou?

Helena Chagas, do Jornalistas pela Democracia, não acredita que a demissão "ágil e fulminante" do então secretário da Cultura, Roberto Alvim, "representará um precedente no caso de outros...

Jair Bolsonaro
Denise Assis

?Por qué no te callas?

Em seu novo artigo, a jornalista pela Democracia Denise Assis questiona: “Por que diabos nós temos agora que nos calar diante dos olhos esbugalhados e a boca sem lábios, do senhor Jair, que...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247

Últimos envios

Revista Brasil 247