PUBLICIDADE

Em ações típicas dos regimes ditatoriais marcados por personagens paranóicas, Carlos Bolsonaro, além tentar comprar um sistema de espionagem contra a oposição e a sociedade civil, realizou negociações para adquirir outro sistema, o Sherlock, para espionar integrantes do próprio governo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Blogs 247

PUBLICIDADE

Colunistas

Ao vivo na TV 247 Youtube 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Revista Brasil 247

PUBLICIDADE