Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.


Eu apoio o 247

Tesoureiro tucano conta com prescrição para escapar

ABR

Próximo de completar 70 anos, quando, pela lei, o prazo de prescrição dos crimes cai pela metade, o ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, está apostando na prescrição para escapar da cadeia; ex-tesoureiro do PSDB, ele é apontado como operador nos esquemas de corrupção tucanos em São Paulo, com participação de José Serra, Geraldo Alckmin, Aloysio Nunes e outras figuras importantes do partido; juristas afirmam que, pela regra da prescrição, em breve ele só poderá responder por crimes cometidos após 2010; até hoje não houve denúncia em nenhum dos inquéritos; Paulo Preto só não será beneficiado pela prescrição caso se torne réu ainda neste ano


Fechar