O presidente nacional do PCO descartou a necessidade de formação de uma aliança entre o ex-presidente Lula e a oposição de direita em 2022. Para ele, a escolha de um vice não deve seguir a lógica do passado: “Veja o Michel Temer. Pode ser que o PT faça um acordo com algum partido secundário, que a burguesia pode indicar”. Assista:

Blogs 247

Colunistas

Ao vivo na TV 247 Youtube 247

Cortes 247

Revista Brasil 247